"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

4 de novembro de 2016

Entradas e saídas de Agosto

Maltinha, começo por pedir desculpa pelo tamanho deste vídeo. Uma pessoa começa a falar de livros novos, entusiasma-se e depois faz vídeos assim. Tenho mesmo que me concentrar no próximo.

Enfim, apresento-vos os inquilinos de Agosto.


Btw, sei que há pessoas que não gostam de ler as sinopses nem tão pouco saber da história de certos livros em que pegam. Se for esse o vosso caso, digam qualquer coisa, para que nos próximos bookhauls eu mostre mais e fale menos sobre os livros. Ainda estou muito verdinha nestas andanças dos vídeos, por isso, qualquer dica é bem-vinda! ;)

Leituras

Comecei o mês com um livro sobre o qual tinha muita curiosidade. O Assassino do Aqueduto, de Anabela Natário, fala sobre o criminoso Diogo Alves mas não exactamente como estava à espera. Tem muita divagação histórica pelo meio e o que realmente interessa (no meu caso, a história do assassino) é demasiado resumido e parece quase que foi escrito para "encher chouriços".

Li, também, O Bizarro Incidente do Tempo Roubado, de Rachel Joyce. Fui completamente apanhada de surpresa com este livro, pois não estava à espera de como tudo se desenrolou. Se gostei? Adorei! Achei este livro muito, muito bom e com uma personagem central muito bem construída e que nos deixa o coração apertadinho.

E comecei A Cidade sem Alma, do grande Ransom Riggs. Finalmente com o segundo volume da trilogia da Senhora Pergrine nas mãos! Só espero é que o terceiro chegue depressa...

E assim, meus amigos, se passou o mês de Agosto pelas minhas bandas.

29 de outubro de 2016

Opinião - "O Circo dos Sonhos", de Erin Morgenstern

O Circo dos Sonhos
de Erin Morgenstern

Edição: 2012
Páginas: 461
Editor: Civilização Editora
ISBN: 9789722634267
Categoria: Ficção; Romance
Um misterioso circo itinerante chega sem aviso e sem ser precedido por anúncios ou publicidade. Um dia, simplesmente aparece. No interior das tendas de lona às listas pretas e brancas vive-se uma experiência absolutamente única e avassaladora. Chama-se Le Cirque des Rêves (O Circo dos Sonhos) e só está aberto à noite.
Mas nos bastidores vive-se uma competição feroz - um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, que foram treinados desde crianças exclusivamente para este fim pelos seus caprichosos mestres. Sem o saberem, este é um jogo onde apenas um pode sobreviver, e o circo não é mais do que o palco de uma incrível batalha de imaginação e determinação. Apesar de tudo, e sem o conseguirem evitar, Celia e Marco mergulham de cabeça no amor - um amor profundo e mágico que faz as luzes tremerem e a divisão aquecer sempre que se aproximam um do outro.
Amor verdadeiro ou não, o jogo tem de continuar e o destino de todos os envolvidos, desde os extraordinários artistas do circo até aos seus mentores, está em causa, assente num equilíbrio tão instável quanto o dos corajosos acrobatas lá no alto.

Este livro estava há tanto tempo na minha TBR que agora até tenho vergonha por não o ter lido mais cedo. Gostei tanto da história, tão bonita e, ao mesmo tempo, triste que nos envolve na sua magia de uma maneira tão especial que nem ligamos àqueles pequenos pormenores que não fazem sentido (e sim, há uns quantos).

Apesar de ser uma história cheia de magia, medição de forças, sonhos e imposições ancestrais, e de sentirmos, quase desde o início, uma melancolia e uma tristeza latente em cada personagem, no fundo esta é uma história de amor, tão forte que se inicia ainda antes dos seus actores pric«ncipais se conhecerem ou mesmo de saberem da existência um do outro. Basta um desafio criado entre dois homens, numa forma de imporem a sua superioridade perante o outro, para as vidas de Celia e Marco se unirem para a eternidade e para que uma linha invisível, mágica, comece a ser traçada, construída e desconstruída, desembocando no Circo dos Sonhos.

O Circo será o local onde Celia e Marco se irão defrontar, mas também será onde, secretamente, se irão admirar mutuamente e amar. O mais dramático de tudo? Nem sequer sabem conhecem a cara um do outro.
Sem querer, este duelo improvável e obrigatório irá envolver outras personagens, todas elas com as suas excentricidades, mas que irão contribuir para todo o esplendor do Circo que tantas pessoas irá deslumbrar em cada cidade por onde passa.
Nada será simples e todos aqueles ligados ao Circo sentirão na pele as consequências dos sonhos aprisionados e das obrigações alheias.

Como disse anteriormente, a história é tão bela e triste, lembrando-nos que seguir uma vida imposta por terceiros só pode trazer desolação e que seguir o coração será sempre a chave para a liberdade. No entanto, cada escolha feita tem consequências, nem sempre boas, mas com a força do amor e da amizade, e desde que nunca se deixe de sonhar, tudo é possível, tudo se consegue ultrapassar.

Encontramos algumas inconsistências na história e pormenores pouco explicados que acabam por não fazer muito sentido no desenrolar de toda a acção, mas são apenas pequenos pormenores que não tiram em nada a magia do livro.

E nem sequer vou entrar no grafismo de todo o livro, que é lindíssimo! Adorei tudo!

13 de outubro de 2016

Lançamentos em Setembro (4ª Parte)

O Coração do Homem, de Jón Kalman Stefánsson

Lançamento a 26 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Tendo por cenário a natureza hostil do extremo norte da Islândia no século XIX, O Coração do Homem, romance com o qual Jón Kalman Stefánsson conclui a trilogia iniciada Paraíso e Inferno e A Tristeza dos Anjos, é uma profunda indagação sobre a vida, o amor e o desejo, escrito com sublime simplicidade e poesia.

A Intriga e a Herança ( Saga Selchester - Livro 2), de Elizabeth Edmondson

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
É Natal em Selchester, mas o ambiente é tudo menos tranquilo…
O novo herdeiro do Castelo de Selchester, o viúvo americano Gus Fitzwarin, está prestes a chegar com as filhas adolescentes, Babs e Polly… e são poucos os que estão contentes com a notícia. Os recém-casados Hugo e Freya Hawksworth receiam estar prestes a perder um dos seus sítios preferidos. Lady Sonia Richmond, que se considera a legítima herdeira do castelo, vê os seus planos ir por água abaixo. A jovem Georgia olha com desconfiança as novas "intrusas". E nem as próprias irmãs Fitzwarin estão felizes com a súbita mudança para a Inglaterra rural…

Para piorar as coisas, Hugo desconfia que Gus corre perigo de vida. Mas tem também outros assuntos preocupantes em mãos, nomeadamente, um caso antigo que envolve o roubo de obras de arte e espiões da Guerra Fria. O ambiente já é tenso entre todos, mas as circunstâncias obrigam-nos a permanecer juntos no castelo... e quando aparece um cadáver na estufa, as perguntas sucedem-se. Seria Gus o alvo? Qual a ligação entre os estranhos acontecimentos na vila e no castelo e as investigações de Hugo? Conseguirão resolver o mistério antes que seja tarde de mais?
 
Uma Morte Conveniente, de Sofie Sarenbrant

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
SOFIE SAREMBRANT é considerada a mais promissora autora sueca de policiais depois de uma rápida ascensão aos tops suecos. UMA MORTE CONVENIENTE foi o seu primeiro livro a cruzar as fronteiras e encontra-se já traduzido em doze países, entre os quais se contam a Alemanha e os Estados Unidos.

UMA MORTE CONVENIENTE é o primeiro livro de uma série que tem como protagonista Emma Sköld, uma jovem e entusiasta inspectora da polícia. Quando é chamada a intervir nesta investigação, Emma está grávida e começa a perguntar-se se conseguirá conciliar a carreira com a maternidade. Conta para isso com a ajuda do seu companheiro Kristoffer, um agente imobiliário viciado em trabalho que espera em breve encontrar a casa ideal para os três. Sofie Sarembrant imprime a esta intriga um ritmo imparável que nos leva a querer virar a página do primeiro ao último capítulo.
 
A Vingança de Lorde Eberlin, de Julia London

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Inglaterra, 1808 - De novo em Hadley Green após quinze anos, o jovem Tobin Scott, agora Lorde Eberlin, tem apenas um objectivo em mente: vingar a morte do pai, acusado injustamente de roubar as jóias fabulosas dos Ashwood. Mas quando se vê do outro lado da rua em relação ao objecto do seu ressentimento, o plano pacientemente preparado toma um rumo surpreendente. Lily Boudine, condessa de Ashwood, já não é a menina que ele recordava, é uma bela mulher que está a fazer o possível por restituir à propriedade da família o seu antigo esplendor. Convencida da inocência de Joseph Scott, ela propõe a Tobin unirem forças para encontrar as famigeradas jóias e restaurar a honra do seu pai. Em breve, porém, a paixão entre os dois incendeia-se, e um novo segredo chocante vem lentamente ao de cima...

Em 1793, um homem pagou com a vida por um crime que provavelmente não cometeu. Anos mais tarde, o mistério de Hadley Green continua sem solução.
 
A Gaivota, de Sándor Márai

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Alto funcionário ministerial, culto, solitário e seguro de si próprio, o homem acaba de ditar uma ordem de enorme significado, uma decisão que, numa questão de horas afectará, inexoravelmente, milhões de pessoas. No entanto, a sua serenidade aparentemente imutável desmorona-se com o aparecimento inesperado de Aino Laine, uma formosa jovem finlandesa de nome poético, que tem uma notável semelhança com a única mulher que ele amou, morta há anos. Então, contrariando o que aconselham a prudência profissional e o decoro, este convida a mulher desconhecida para o acompanhar nessa mesma noite à ópera.

Começa assim entre ambos um diálogo íntimo e profundo, um arriscado jogo de sedução, onde a paixão, a nostalgia e a força do destino provocam uma perturbante transformação no sólido equilíbrio burguês de um homem sensato e honrado. Publicado pela primeira vez em 1943 — um período da Segunda Guerra Mundial de extraordinária tensão e incerteza na Hungria, cujo regime tinha alinhado com a Alemanha nazi — A Gaivota é mais um exemplo da prosa incomparável, incisiva e intransigente de Sándor Márai, um dos maiores escritores do século XX.
 
O Rapaz no Cimo da Montanha, de John Boyne

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Pierrot é filho de mãe francesa e pai alemão. Quando fica órfão, com apenas sete anos de idade, tem de abandonar Paris para ir viver com uma tia, a única familiar que lhe resta, numa casa nos Alpes Bávaros.

Mas não estamos numa época qualquer: decorre o ano de 1936 e a Segunda Guerra Mundial está na iminência de eclodir; nem tão-pouco estamos numa casa qualquer: a casa no cimo da montanha, onde a tia trabalha e para onde Pierrot se muda, é nada mais nada menos que a Berghof, a casa-refúgio de Adolf Hitler.

Facilmente Pierrot se torna menos francês e mais alemão, deixando-se seduzir pelo poder da farda e pela força da mensagem nazi. Mas… a que custo? E se aconteceu a Pierrot, não poderia também acontecer a cada um de nós?
 
Regresso à Ilha dos Perdidos (Novela d'Os Descendentes), de Melissa de la Cruz

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Mal é especialista em intimidar os inimigos, mas perdeu esse hábito desde que se desligou das suas raízes malvadas. Por isso, quando ela e os seus amigos Evie, Carlos e Jay recebem mensagens ameaçadores a exigir que regressem a casa, Mal nem quer acreditar. Sim, ela é agora namorada do rei Ben e em geral é simpática com os colegas de turma, mas acha que só alguém muito idiota a provocaria.

A verdade é que o esquema quase deu resultado. Sobretudo porque ela e os amigos têm uma vaga suspeita de que os seus pais vilões estão por trás das mensagens. E quando Evie olha para o Espelho Mágico, aquilo que vê só confirma os seus receios. Maléfica não passa agora de um minúsculo lagarto, após o confronto com Mal na Coroação de Ben, mas por alguma razão é a pior vilã naquela terra. Terá encontrado uma maneira de fugir? Seja o que for que se passa, Mal, Evie, Carlos e Jay têm de voltar secretamente à ilha para desvendar o mistério.
 
O Dançarino Subtil, de Júlia Studart

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
«O livro de Júlia Studart nos propõe uma vertigem intelectual, a estratégia de uma antologia desconstrutiva, que não hesita, entretanto, em reconhecer, nos novos espaços pelos quais transita Gonçalo Tavares, a autoimunidade da própria democracia, uma vez que, no bairro, a vida está suspensa ao poder soberano do sagrado e é por isso mesmo que a própria cidade oscila, entre centro (centre-ville) e periferia (centre-vide).
Nesse modelo de arqui-ficção, já não são relevantes oposições do tipo verdade/inverdade; estória/ história; ficção/não-ficção, oposições ativas quando o realismo era uma simples, porém hegemônica, crônica de eventos. Mesmo assim, não desaparece todavia o problema da tradição ou do estilo, de sorte tal que Júlia Studart nos desvenda, em seu livro, um novo realismo global, associado contudo a formas artísticas de longa duração, para assinalar um peculiar espírito de época: a aceleração de relações, a ponto de modificar a própria identidade, associando-se a uma depuração da morte, como memento ético-religioso, com o intuito de assentar uma linguagem complexa e nada trivial, sem muitos equivalentes hoje em dia.» Raúl Antelo
 
António Lobo Antunes: As Formas Mudadas, de Norberto do Vale Cardoso

Lançamento a 27 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Contemporânea e clássica, certamente multímoda, a obra de António Lobo Antunes é aquela que pretende "mudar a arte da escrita".
Em António Lobo Antunes: As Formas Mudadas, título que retoma uma das obras que mais tem influenciado a cultura ocidental, as Metamorfoses de Ovídio, percorremos os caminhos da obra que nunca se fixa, que se constrói em avatares constantes, seja nas várias tendências estéticas, nos temas, na mundividência, na sensibilidade, na concepção e/ou composição da escrita, em suma, na sua "poética" (a importância do lateral, dos interstícios, da transfiguração verbal, do indecidível, do fragmentário, do suspenso, da metaficção).

Em António Lobo Antunes: As Formas Mudadas verificamos que a obra de António Lobo Antunes é aquela que se adianta ao seu próprio tempo, mas é, de igual modo, aquela que não desdenha a herança dos clássicos, com os quais contacta em permanência, para "sobreviver ao tempo, ao ferro e ao fogo".
Nenhum ensaio estabelece interpretações definitivas - muito menos em literatura. António Lobo Antunes: As Formas Mudadas, volume 7 da Colecção António Lobo Antunes-Ensaio, pretende tão-só interrogar-se sobre os sentidos da arte e, com ela, da vida. Afinal, e parafraseando o próprio António Lobo Antunes, "Como se pode agarrar, digam-me lá, o que constantemente muda?"
 
A Chama e as Cinzas, de João Barrento

Lançamento a 30 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Um trabalho que tem como corpo central um conjunto de textos do Professor João Barrento apresentados, em alemão, nas conferências de Frankfurt e que deram origem à obra Nelken und Immortellen_ Portugiesische Literatur der Gegenwart [Cravos e Perpétuas. A literatura portuguesa contemporânea] _ publicada pela editora Tranvía, de Berlim, em 1999. A estes junta-se um outro testemunho feito em português, em 2005, numa intervenção proferida no Brasil.

Em todos eles o autor detém-se sobre a situação da literatura portuguesa no início do século XXI e do seu lugar no meio literário e social, na escola e na universidade. Naturalmente, todos os escritos originais foram reformulados, desenvolvidos e completados para poderem integrar um corpo coerente numa edição que se constitui como síntese, naturalmente aberta e pessoal, do panorama mais recente da nossa literatura.
 
Born to Run - Autobiografia de Bruce Springsteen


Sinopse:
«Escrever sobre nós próprios é complicado… Mas, num projecto como este, o escritor fez uma promessa: revelar a sua mente a quem o lê. Nestas páginas, foi o que tentei fazer.»

Foram poucas as vezes em que um artista contou a sua própria história com tanta força e coragem, equilibrando o lirismo de um músico singular e a sabedoria de um homem que reflectiu profundamente acerca das suas experiências de vida. Durante os últimos sete anos, desde uma actuação marcante no Super Bowl com a E Street Band, Bruce Springsteen tem-se dedicado a escrever a história da sua vida, recordando vividamente, com a honestidade, humor e originalidade que se encontram nas suas canções, a sua busca incessante em tornar-se músico.

Com uma sinceridade desarmante, conta também, pela primeira vez, a história das batalhas pessoais que inspiraram os seus melhores trabalhos, mostrando-nos como a canção «Born to Run» é mais reveladora do que alguma vez se tinha pensado. Born to Run será inspirador para todos quanto gostam de Bruce Springsteen; no entanto, esta obra é muito mais do que as memórias de uma lendária estrela do rock. Este é um livro para os trabalhadores e os sonhadores, para os pais e os filhos, para os amantes e os solitários, para artistas, freaks ou para quem sempre quis ser baptizado no rio sagrado do rock and roll.

7 de outubro de 2016

Lançamentos em Setembro (3ª Parte)

Mademoiselle Chanel, de C. W. Gortner

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
A incrível história da menina abandonada que se transformou numa das mulheres mais poderosas do mundo. Gabrielle Chanel nasce no seio de uma família pobre. Aos 12 anos fica orfã de mãe e é abandonada pelo pai, sendo enviada com as irmãs para um orfanato, onde vive até à adolescência. É aí que Chanel começa a revelar as suas aptidões para a costura, que se transforma no seu sustento quando chega o momento de sair do orfanato. No entanto, o trabalho de costureira torna-se insuficiente para sobreviver, e Chanel começa a atuar no La Rotonde — café pouco elegante frequentado por homens em busca de entretenimento ilícito —, onde fica conhecida por Coco. Aqui, conhece Étienne Balsan, o homem que lhe abrirá as portas da mais alta sociedade. A riqueza e o luxo, até então desconhecidos de Chanel, serão a chave para a sua criatividade, levando-a a abrir uma loja de chapéus. Aos poucos, Chanel alcança o reconhecimento necessário que lhe permitirá vingar no mundo da moda. Contudo, a par da fama e do sucesso, Coco Chanel enfrenta inúmeros dissabores que contribuem para traçar o seu destino. E quando Paris é invadida pelos nazis, Chanel é forçada a fazer escolhas difíceis.

O Carrasco do Medo, de Chris Carter

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Imagine o seu pior medo… e depois conheça o seu pior pesadelo. Quando a Unidade Especial de Homicídios da Polícia de Los Angeles é enviada a uma pequena igreja da cidade, depara-se com um cenário no mínimo aterrador. O padre foi decapitado, o seu corpo dilacerado, e no seu peito lê-se ainda o número 3 desenhado a sangue. A violência é impiedosa e nada parece fazer grande sentido neste crime horrendo. Perante este quadro macabro, o detective Robert Hunter e o seu parceiro acreditam que se trata de um crime ligado a algum ritual religioso. Mas a investigação parece não avançar e as respostas não surgem. E à medida que mais corpos e crimes são revelados, o pavor espalha-se por toda a cidade. O que une realmente estes crimes, para além do terror e brutalidade de todas as mortes resultarem dos seus maiores medos? Será este o maior desafio de Robert Hunter? E será que não ter respostas é o seu maior pesadelo?

9 de Novembro, de Colleen Hoover

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
A história de um amor capaz de curar e renovar a vida. O dia 9 de Novembro No último dia de Fallon em Los Angeles, a sua vida cruza-se com a de Ben e os dois apaixonam-se perdidamente. A química que os une é tão forte e incontrolável que, apesar de Fallon estar a caminho de Nova Iorque, os dois prometem encontrar-se novamente. Os reencontros Durante cinco anos, sempre no dia 9 de Novembro, Fallon e Ben encontram-se para construírem a sua história de amor, entre as várias relações e atribulações das suas vidas separadas. Apesar de só estarem juntos uma vez por ano, os dois envolvem-se cada vez mais e partilham um amor pleno de entrega, paixão e intensidade, capaz de os transformar e de sarar cicatrizes profundas. Cinco anos depois Fallon descobre que Ben carregou um enorme segredo durante cinco anos. O choque e a desilusão tomam conta do coração da jovem, devastada com a possibilidade de tudo ter sido uma farsa. Estarão os dois preparados para aceitar que as histórias de amor nem sempre têm um final feliz? Ou será Fallon capaz de perdoar o homem que ama? O passado, o presente e o futuro cruzam-se num livro arrebatador e envolvente.

O Luto é a Coisa com Penas, de Max Porter

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
«Como lembrança, como aviso, como pincelada de noite ao alvorar. Como uma pequena fresta no pesar. Dar-te-ei qualquer coisa em que pensar, segredei eu. Ele acordou e não me encontrou no meio da escuridão do se trauma.»

Aqui está ele: marido e pai, romântico desarranjado e académico apaixonado por Ted Hughes, um homem perdido depois da morte súbita da sua mulher. E ali estão os seus dois filhos, a enfrentarem, como ele, a tristeza insuportável que os engoliu no seu apartamento londrino perante um vaivém de amigos bem intencionados e um futuro de absoluto vazio. Neste momento de desespero, são visitados pelo Corvo - antagonista, trapaceiro, curandeiro, babysitter. Este pássaro «sentimental» é atraído pelo luto da família e ameaça permanecer com eles até que não mais precisem da sua ajuda. À medida que o tempo passa, as semanas se tornam meses e a dor se transforma em memória, esta pequena unidade de três pessoas começa a curar-se.

Numa estreia absolutamente extraordinária - parte novela, parte fábula polifónica parte ensaio sobre o luto -, Max Porter combina sensibilidade e um estilo corajoso, criando um efeito deslumbrante. Carregado de um humor inesperado e marcado por uma profunda verdade emocional, "O Luto é a Coisa com Penas" marca a chegada de uma nova voz literária, entusiasmante e original.

O Último Adeus, de Cynthia Hand

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Cynthia Hand oferece-nos uma lindíssima e comovente história sobre amor, perda, culpa e superação. Como superar a ausência e a culpa se não dissermos o último adeus? A morte está à nossa volta. Nós não prestamos atenção. Até que somos obrigados a fazê-lo. A última vez que Lex se sentiu feliz foi antes. Quando ela tinha uma família coesa. Um namorado que amava. Amigos que não temiam que ela se passasse a qualquer momento. Agora ela é apenas a rapariga cujo irmão se suicidou. E Lex sente que é assim que vai ser vista para sempre. Ela tenta seguir com a sua vida, mas há um segredo que a impede, algo que ela nunca disse a ninguém: o seu irmão, Tyler, deixou-lhe uma mensagem na noite em que se suicidou. E esta ideia persegue-a como uma sombra. À medida que o tempo avança, Lex começa a descobrir que os fantasmas não têm de ser reais para nos impedirem de avançar.

O Meu Nome É Leon, de Kit de Waal

Lançamento a 19 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Uma história apaixonante sobre o vínculo inquebrável de dois irmãos. Uma lição de vida onde se descobre que o caminho para casa pode ser aquele que menos esperamos.

Um irmão adoptado. Outro deixado para trás. E o colo de uma família onde nunca esperaríamos encontrá-lo. Pode o amor de uma criança juntar o que os adultos separaram?

Leon tem nove anos e um irmão bebé chamado Jake. Os dois vão viver com Maureen, mãe de acolhimento, que tem um estranho cabelo vermelho e uma barriga grande como a do Pai Natal. Maureen é uma mulher de garra que consegue conquistar o difícil coração de Leon. Mas pouco depois chega a terrível notícia: apenas a deixarão ficar com o irmão mais velho.

A tristeza de Leon é agora constante e apenas algumas coisas o fazem sorrir, como os chocolates, andar de bicicleta, enterrar as mãos na terra, sair com um amigo que é parecido com o seu pai e, sobretudo, roubar moedas até ter dinheiro suficiente para que um dia possa resgatar Jake e voltar com ele para a mãe.

Confia em Mim, de Lesley Pearse

Lançamento a 20 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
As irmãs Dulcie e May têm uma vida perfeitamente normal em Inglaterra… até ao dia em que o pai, por acidente, mata a mãe. Quando ele é condenado a uma pena por homicídio involuntário, as duas meninas ficam sozinhas no mundo.
É no orfanato que as irmãs percebem o verdadeiro significado da palavra crueldade. Mas a promessa de uma "vida melhor" na Austrália enche-lhes o coração de esperança… Infelizmente, a realidade reserva-lhes mais um duro golpe.
Será apenas muito mais tarde, ao conhecer o jovem Ross, também um "sobrevivente" dos orfanatos, que Dulcie tem um vislumbre da felicidade. Mas após uma vida a ouvir tantas promessas vãs, terá ela a força de espírito para confiar em alguém a ponto de lhe entregar o seu coração? E conseguirá ainda salvar May das garras de um destino trágico?

Baseado em factos reais, Confia em Mim podia ser a história de milhares de crianças vulneráveis, arrancadas aos seus lares e aos entes queridos em meados do século passado. Com a ternura a que já nos habituou, Lesley Pearse retrata a chocante realidade da migração infantil, bem como as marcas duradouras que deixa nas suas vítimas.

Os Venenos da Coroa, de Maurice Druon

Lançamento a 21 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Apenas alguns meses depois da morte de Filipe, o Belo, os conflitos, as intrigas, os ódios e a luta pelo poder ameaçam submergir a França numa instabilidade devastadora. O legado de três décadas de eficácia administrativa, económica e política escapou-se como água por entre as mãos de Luís X, que permitiu que a confrontação entre ministros burgueses e nobres conservadores se saldasse pela perda do domínio das províncias. Estava-se no verão de 1315. De acordo com o cognome por que é conhecido na corte, Luís, o Teimoso, começou a regência com a obsessão de se livrar da mulher, Margarida de Borgonha, e de sentar a seu lado uma nova rainha. Com Margarida assassinada e a bela princesa Clemência, da casa de Anjou-Sicília a caminho, vinda de Nápoles, para se tornar rainha de França, Luís X parece preparado para assumir a responsabilidade pelo seu reinado.

No entanto, num alarde de grandeza, próprio de quem tem o poder, mas não a capacidade de o conservar, o rei envolve-se numa guerra absurda contra o conde da Flandres, enquanto o seu povo morre de fome. No Mediterrâneo, as tormentas mergulham os pensamentos da futura rainha Clemência nos mais negros presságios. O veneno volta a correr nas veias de França, e nada parece poder evitar que venha a ameaçar a Coroa. Descubra a saga de Os Reis Malditos que inspirou os livros de George R. R. Martin, autor de A Guerra dos Tronos.

Alguma Vez Tiveste Uma Família, de Bill Clegg

Lançamento a 21 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
O que faria se a sua família deixasse de existir? Na manhã do casamento da filha, a casa de June Reid irrompe em chamas. De súbito, todos os que ama desaparecem. Fugindo da tragédia, desolada e sozinha, June encontra um motel à beira-mar, a centenas de quilómetros de casa. Sente-se devastada pelas memórias e pelo remorso em relação a Lolly, sua filha, e ao companheiro desta, Luke. Ao longo da recuperação dolorosa de June, percebemos como é possível lidar com o maior dos sofrimentos. Este romance conjuga várias vozes de personagens: a renegada mãe de Luke, as sempre atentas donas do motel, a empregada de limpeza, o adolescente que vive nas redondezas. Tocados pela tragédia, todos fazem parte de uma delicada teia de segredos.

Alguma Vez Tiveste Uma Família é uma história inesquecível que espelha o pior e o melhor da humanidade na perda e no amor, na culpa e na redenção. A essência desta história reside na família - os que connosco nascem e os que acolhemos - e na vontade de continuar a enfrentar a vida apesar de todas as adversidades.

Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar

Re-lançamento a 21 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Publicado em 1975, constituiu uma revelação e uma revolução, conquistando o estatuto de clássico da literatura brasileira.Para André, um jovem a crescer numa fazenda no Brasil, a vida é “a terra, o trigo, o pão, a mesa, a família.” O jovem ama a terra, teme o pai austero com os seus discursos beatos, e tem asco de si próprio, em virtude de certos sentimentos que começa a desenvolver pela irmã Ana.
Dividido entre o afecto desmedido da mãe e a severa autoridade do pai, André tem de escolher entre cumprir o modelo do filho pródigo ou ser a ovelha tresmalhada. Confrontado com a contingência de escolher entre o corpo e a alma, entre o dever filial e a liberdade, a única saída é deixar a casa de família, mas a culpa leva-a consigo. História familiar com ressonâncias bíblicas, em que se entrelaçam o novelesco, o lírico e uma alta carga sensual, "Lavoura Arcaica" é uma obra-chave da literatura de língua Portuguesa.

Terra Abençoada, de Pearl S. Buck

Re-lançamento a 22 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
No reinado do último imperador da China, uma criada casa com um homem humilde. Juntos dão início a uma família e encetam uma viagem épica, envolvente e inesquecível. O-lan é uma criada na maior casa da aldeia. Quando casa com Wang Lung, um humilde agricultor, labuta arduamente ao longo de quatro gravidezes pela sobrevivência da sua família. Ao princípio, as recompensas são poucas, mas o trabalho é fonte de esperança e há sustento na terra. Até a fome chegar e mudar a vida de todos. Tudo parece perdido, até que a boa sorte e a determinação de O-lan conjuram-se para os levar de volta a casa com uma riqueza inimaginável.

Viver Sem Ti, de Jojo Moyes

Lançamento a 22 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Como seguir em frente depois de se perder a pessoa amada?
Como construir uma vida que valha a pena ser vivida?

Louisa Clark já não é uma jovem banal a viver uma vida banal. O tempo que passou com Will Traynor transformou-a, sendo agora uma pessoa diferente que tem de enfrentar a vida sem ele. Quando um insólito acidente obriga Lou a regressar a casa dos pais, é impossível não sentir que está de volta ao ponto de partida.

Lou sabe que precisa de um empurrão que a traga de novo à vida. E é assim que acaba por ir parar ao grupo de apoio Seguir em Frente, cujos membros partilham sentimentos, alegrias, frustrações e bolos intragáveis. Serão também eles que a levarão até Sam Fielding - um paramédico que trabalha entre a vida e a morte, e o único homem que talvez seja capaz de a compreender. Mas eis que uma personagem do passado de Will surge de repente e lhe altera todos os planos, lançando-a num futuro muito diferente…. Para Lou Clark, a vida depois de Will Traynor significa reaprender a apaixonar-se, com todos os riscos que isso implica.

Em Viver Sem Ti, Jojo Moyes traz-nos duas famílias, tão reais como a nossa, cujas alegrias e tristezas nos tocarão profundamente ao longo de uma história feita de surpresas.
Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, de J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne

Lançamento a 24 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (Harry Potter and the Cursed Child) traz de volta as personagens mais carismáticas da série: Harry, Ron e Herminone, agora adultos, mas também os respectivos filhos e com estes desafios novos… e antigos:
- O que aconteceu depois de Hogwarts?
- E com o fim de Voldemort, estará o mal erradicado de vez?
Baseada numa história original de J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - a nova peça de teatro de Jack Thorne -, cuja estreia mundial decorreu no West End, em Londres, no passado dia 30 de Julho, é a primeira história oficial de Harry Potter a ser apresentada em versão teatral.
Foi sempre difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele se tornou num muito atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar.
Enquanto Harry luta com um passado que se recusa a ficar para trás, o seu filho mais novo, Albus, tem de se debater com o peso de um legado familiar que nunca desejou. Quando o passado e o presente se cruzam, pai e filho confrontam-se com uma desconfortável verdade: por vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

A oitava história. Dezanove anos depois.


6 de outubro de 2016

Lançamentos em Setembro (2ª Parte)

Homens Bons, de Arturo Pérez-Reverte

Lançamento a 13 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Na Europa do século XVIII, dois homens viajam em segredo. A sua missão? Levar para Espanha algo proibido: os 28 volumes da Enciclopédia Francesa de D'Alembert e Diderot. A delicada tarefa está nas mãos do bibliotecário don Hermógenes Molina e do almirante don Pedro Zárate, membros da Real Academia Espanhola. Mas estes dois académicos estão longe de imaginar as peripécias que os aguardam…

Da Madrid de Carlos III à Paris libertina e pré-revolucionária, com os seus cafés e tertúlias filosóficas, don Hermógenes e don Pedro embarcam numa intrépida aventura, repleta de heróis e vilões, intrigas e incertezas. Com o rigor a que já nos habituou - e baseando-se em acontecimentos e personagens reais, Arturo Pérez-Reverte transporta-nos para a magnífica era do Iluminismo, quando a ânsia de liberdade derrubava a ordem estabelecida, e dá-nos a conhecer os heróicos homens que quiseram mudar o mundo com os livros.

Um romance sobre fé e razão, Teologia e Ciência, sombra e luz.

Gritos Silenciosos, de Angela Marsons

Lançamento a 13 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Cinco pessoas reúnem-se em volta de uma campa rasa. Todos se tinham revezado a cavar. Uma cova para um adulto teria levado mais tempo.. Uma vida inocente fora tirada, mas o pacto fora feito. Os segredos deles seriam enterrado, ligados no sangue...
Anos mais tarde, uma mulher é encontrada brutalmente estrangulada, o primeiro de uma série de assassínios que choca a região inglesa conhecida como Black Country.
Mas quando são descobertos restos humanos num antigo orfanato, são também desenterrados segredos perturbadores. A inspectora detective. Kim Stone percebe rapidamente que procura um indivíduo cruel cujos homicídios se estendem por décadas.

Uma vez que as mortes continuam, Kim tem de parar o assassino antes que eles ataque de novo. Mas, para o capturar, será Kim capaz de enfrentar os demónios do seu passado antes que seja demasiado tarde?
Os fãs de Rachel Abbott, Val McDermid e Mark Billingham irão ser agarrados por esta excepcional nova voz na ficção criminal britânica.

O Perfume Secreto, de Fiona McIntosh

Lançamento a 13 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Na véspera da Primeira Guerra Mundial, Fleurette, a única filha da rica casa perfumista Delacroix, está a ser forçada a casar com um homem que detesta, Aimery De Lasset, director da mais famosa fábrica de perfumes em França. Apenas os sinos da catedral a dobrarem para convocar os homens para a linha de frente na noite do casamento a salvam de consumar a noite de núpcias.

Quando recebe uma carta do irmão afastado de Aimery a advertir contra a união de ambos, Fleurette fica com o fardo de um segredo terrível. É um segredo que tem o poder de destruir as duas famílias e seus impérios perfume de uma vez por todas.
O Perfume Secreto é uma festa inebriante para os sentidos, uma história muito apaixonada e dramática sobre o dever, o engano e o desejo.

A Vegetariana, de Han Kang

Lançamento a 13 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Uma combinação fascinante de beleza e horror.
Ela era absolutamente normal. Não era bonita, mas também não era feia. Fazia as coisas sem entusiasmo de maior, mas também nunca reclamava. Deixava o marido viver a sua vida sem sobressaltos, como ele sempre gostara. Até ao dia em que teve um sonho terrível e decidiu tornar-se vegetariana. E esse seu ato de renúncia à carne - que, a princípio, ninguém aceitou ou compreendeu - acabou por desencadear reacções extremadas da parte da sua família. Tão extremadas que mudaram radicalmente a vida a vários dos seus membros - o marido, o cunhado, a irmã e, claro, ela própria, que acabou internada numa instituição para doentes mentais. A violência do sonho aliada à violência do real só tornou as coisas piores; e então, além de querer ser vegetariana, ela quis ser puramente vegetal e transformar-se numa árvore. Talvez uma árvore sofra menos do que um ser humano.

Este é um livro admirável sobre sexo e violência - erótico, comovente, incrivelmente corajoso e provocador, original e poético. Segundo Ian McEwan, «um livro sobre loucura e sexo, que merece todo o sucesso que alcançou». Na Coreia do Sul, depois do anúncio do Man Booker International Prize, A Vegetariana vendeu mais de 600 000 exemplares. Aplaudido em todos os países onde está traduzido, é um best-seller internacional.

Uma Parte Errada de Mim, de Paulo M. Morais

Lançamento a 13 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Um testemunho impressionante sobre como, às vezes, é o desvio que nos põe no lugar certo.

Em meia dúzia de meses, Paulo M. Morais ficou sem trabalho, terminou um relacionamento de doze anos e viu-se obrigado a vender a casa. Embora derrotado pelas circunstâncias, queria estar à altura dessa nova etapa de vida e concentrou-se na missão de cuidar da filha pequena e reatar os laços com a avó centenária que o criara. Sobreveio, então, um estranho cansaço, uma exaustão que a médica de família inicialmente atribuiu às pressões de um ano atípico. Podia ser. E, porém, depois de vários sustos e vinte horas nas Urgências do hospital, a verdade veio ao de cima: tinha um linfoma.

Durante o tratamento de oito ciclos de quimioterapia (em que a leitura foi a sua grande companhia), começou a escrever sobre a sua experiência. Mas este livro, embora inclua dados sobre os exames, os internamentos ou os efeitos secundários da medicação, está longe de ser um diário da doença; representa acima de tudo uma revisitação do passado, uma reflexão sobre o valor da vida e a real importância das coisas e das pessoas, o elogio do amor e da paternidade, uma busca contínua das diferentes partes erradas - e certas - que constituem um ser humano que tem de confrontar-se diariamente com o espectro da morte.

Uma Parte Errada de Mim não é, pois, apenas MAIS um testemunho sobre o cancro. É uma reflexão magistral sobre a condição humana, escrita com a beleza e a cadência de um romance no qual se aguarda um final feliz.

Ashley Bell, de Dean Koontz

Lançamento a 14 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Bibi Blair é uma jovem impetuosa, bonita e destemida. No entanto, certo dia, sem que nada o fizesse prever, sintomas suspeitos apoderam-se dela e o médico que a recebe no hospital afirma que lhe resta apenas um ano de vida. Mas ela responde-lhe: — Isso é o que veremos. No dia seguinte, uma recuperação milagrosa deixa o médico de boca aberta.

Entretanto, uma mulher enigmática convence Bibi de que ela escapou da morte para poder salvar outra pessoa. Outra pessoa chamada Ashley Bell. Mas salvá-la de quê, de quem? E quem será Ashley Bell? Onde andará ela? Determinada, Bibi não vai desistir enquanto não resolver este quebra-cabeças. Qual será o papel do misterioso Capitão nesta história? E do seu noivo, um militar da Marinha em missão no Iraque que não pode ser chamado para ajudar a sua amada? Afinal o que aconteceu de verdade no anexo da casa dos pais de Bibi quando ela era ainda criança?

A sua obsessão em encontrar Ashley levará Bibi ao encontro das mais variadas ameaças místicas e mundanas, inclusive um líder de culto rico, carismático e com ambições terríveis. Bibi corre contra o tempo para salvar Ashley Bell e a sua própria vida.

A Denúncia, de Bandi

Lançamento a 14 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Um retrato dramático do pesadelo de viver no país mais fechado do mundo.
A grande fome da Coreia do Norte, na década de 1990, acordou em Bandi, escritor oficial do regime norte-coreano, um crítico feroz e um resistente inabalável. A publicação deste livro - que terá saído da Coreia do Norte disfarçado de propaganda comunista - é prova do triunfo da humanidade e da resiliência da literatura num mundo dominado pelo absurdo.
Nestes sete contos, Bando denuncia e responsabiliza o regime norte-americano mas, mais ainda, retrata as vidas dos cidadãos que dele são vítimas: o dia-a-dia dilacerado pela fome, pelo medo, pela repressão. Neles lemos o sofrimento quotidiano e atroz de todo um povo e tememos por um futuro que nunca o será enquanto os destinos do país estiverem nas mãos de um líder delirante, megalómano e cobarde, de proporções kafkianas.
"A Denúncia" não deve ser lida apenas pela seu inegável valor literário, mas sobretudo pelo realismo e humanidade com que retrata um povo a quem, geração após geração, é sonegado o mais importante dos direitos: uma voz.

Numa Casca de Noz, de Ian McEwan

Lançamento a 14 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Trudy, em adiantado estado de gravidez, planeia envenenar John, o marido e pai da criança que vai nascer, de conluio com Claude, seu amante e cunhado. Sem o saberem, têm uma improvável testemunha da trama: o bebé, residente no ventre de Trudy. Um toque de surpresa, trazido pela voz que narra o mundo.
E, com isso, apresenta uma perspectiva inigualável. A perícia das palavras, num enredo que guarda a vida e que contém a morte. Uma história de crime e engano, de traição e amor. Estes são ingredientes que, à luz da literatura e pela pena de um grande mestre da escrita, se reúnem para dar corpo a um texto irresistível.
O Mito de Sísifo, de Albert Camus

Re-lançamento a 15 de Setembro - COMPRAR
Sinopse:
Um homem carrega uma pedra enorme até ao cimo de uma montanha, com grande esforço e sofrimento físico. Aí chegado, deixa que a pedra se solte das mãos e role pela encosta abaixo. E novamente todo o processo se inicia, repetindo-se por toda a eternidade. Não há castigo mais terrível do que o trabalho inútil e sem esperança, terão pensado os deuses que assim condenaram Sísifo. Publicado pela primeira vez em 1942, O Mito de Sísifo é considerado um dos mais influentes ensaios do século XX, uma exposição pungente do pensamento existencialista, peça central na filosofia do absurdo de Albert Camus. A tradução é de Urbano Tavares Rodrigues.

Tens Coragem?, de Megan Abbott

Lançamento a 16 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Addy Hanlon sempre foi a melhor amiga de Beth Cassidy e a sua parceira de confiança. Ambas cheerleaders temidas pelas raparigas da escola, atingiram o pico das suas carreiras no secundário e lideram uma claque intensamente competitiva e admirada por todas as colegas - até ao momento em que chega a nova treinadora. Dominante e carismática, e uma emissária do mundo adulto além do alcance das jovens, a treinadora Colette French seduz Addy e as outras cheerleaders com o seu charme.

Apenas Beth, incapaz de aceitar a nova autoridade, permanece fora do círculo de confiança da treinadora, tentando por todos os meios recuperar a sua posição como cheerleader de topo. Mas quando um crime abala a comunidade, começa uma investigação policial que tem como alvo as alunas da escola. À medida que se aproxima o final da época, Addy e Beth irão aprender, da pior forma, que as fronteiras entre lealdade e amor podem ser um terreno perigoso num jogo que já ultrapassou todos os limites.

O Homem que Escrevia Azulejos, de Álvaro Laborinho Lúcio

Lançamento a 16 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
A Cidade e a Montanha vigiam-se mutuamente, num jogo de espelhos e de contrários, numa geometria de centros e periferias, num enredo de poderes e de ocultações, onde muitas são as maneiras de viver a clandestinidade e muitas são as clandestinidades: escondidas, distantes; umas, vividas; outras, à vista de todos. Dois homens, Marcel e Norberto, atravessam, juntos, todo o tempo de uma vida. Escolheram, para viver, a ficção, e é nela que são clandestinos. Com eles vêm encontrar-se João Francisco e Otília. Ele, violinista e professor de música, ela, a sua jovem neta, ambos na busca incessante do sublime, também eles recusados pela realidade. Um homem que escrevia azulejos - que reencontrou a utopia e gostava da sátira - reparou neles e pintou-os com palavras.

O Homem Que Escrevia Azulejos, de Álvaro Laborinho Lúcio, debate e ilumina-se das grandes ideias da modernidade, enquanto observa, não sem algum detalhe pícaro, a falência das sociedades em que vivemos. Um romance culto e empenhado sobre o poder, e o poder redentor da arte e do amor.

A Espia, de Paulo Coelho

Lançamento a 16 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Mata Hari – O seu único crime foi ser uma mulher livre.

«Tudo o que sei é que o meu coração é hoje uma cidade fantasma, povoado por paixões, entusiasmo, solidão, vergonha, orgulho, traição, tristeza. E não consigo desenvencilhar-me de nada disso, mesmo quando sinto pena de mim própria e choro em silêncio. Sou uma mulher que nasceu na época errada e nada poderá corrigir isso. Não sei se o futuro se lembrará de mim, mas, caso isso ocorra, que nunca me vejam como uma vítima, e sim como alguém que deu passos com coragem e pagou sem medo o preço que precisava de pagar.»

Mata Hari foi a mulher mais desejada da sua época: a famosa bailarina que usava exóticas danças orientais para chocar e encantar as plateias de toda a Europa; a confidente e amante dos homens mais ricos e poderosos do seu tempo; a mulher com um passado enigmático que despertava o ciúme e a inveja das senhoras da mais alta aristocracia parisiense. Uma mulher que ousou libertar-se do moralismo e dos costumes provincianos das primeiras décadas do século XX – e pagou caro por isso.

Em "A Espia", Paulo Coelho evoca de forma magistral a vida desta magnífica mulher, que nasceu à frente do seu tempo, apresentando-a ao leitor contemporâneo como uma poderosa lição de força e de liberdade.

A Rainha Santa, de Isabel Machado

Lançamento a 16 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Em finais do século XIII, Aragão é um reino poderoso e rival de Castela, o gigante que acaba de se unir a Leão. Isabel, a filha mais velha do rei aragonês, exibe desde cedo uma personalidade rara. É bela, inteligente, devota, caridosa - e, por isso, naturalmente cobiçada por várias cortes europeias para uma aliança de casamento. Isabel tem outros sonhos, que não passam por ocupar um trono nem exercer o poder, mas interesses políticos acabam por ditar a sua união com D. Dinis, o brilhante e ambicioso rei de Portugal, no ano de 1282. O jovem soberano português sabe que, para pôr em prática os seus grandes planos de desenvolvimento do reino, deve manter
- se afastado das guerras que grassam pela Península Ibérica.

Mas nem a paz perdura, nem Isabel se torna uma jovem submissa e alheada dos problemas políticos e sociais. Pelo contrário. Revela-se firme na defesa dos pobres, dos doentes e dos excluídos, em nome dos quais move montanhas, desafia convenções e se entrega aos maiores sacrifícios. E nos conflitos que vão abalar o reinado de D. Dinis, opondo pais e filhos ou lançando a discórdia entre irmãos, mostra-se corajosa e decidida, capaz de desafiar a autoridade do próprio marido e de influenciar o curso dos acontecimentos com a sua sensibilidade, poder de antevisão e amor à paz. Baseado numa pesquisa exaustiva, eis um romance que revela finalmente, em toda a sua plenitude e complexidade, a rainha de Portugal que sempre foi santa na memória do povo - mas que era, antes de mais, uma mulher invulgar e à frente do seu tempo. «Na vossa mansidão, Senhora, nunca deixou de haver rebeldia...», D. Dinis, rei de Portugal, sobre Isabel de Aragão.


4 de outubro de 2016

Lançamentos em Setembro (1ª Parte)

Num Estado Livre, de V. S. Naipaul

Lançamento a 2 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Um dos romances maiores de Naipaul. Duro, mas cheio de compaixão.

Este livro começa por contar a história de um criado indiano em Washington, que adquire a cidadania americana, mas que sente já não fazer parte do grande fluxo da vida. Segue-se a história do caribenho de origem asiática em Londres: está perturbado, preso por homicídio, mas nunca saberá onde se encontra. A terceira e principal narrativa desloca-se para África, para um país ficcional parecido com o Uganda ou o Ruanda. As personagens centrais são dois ingleses, que no passado sentiam África como um continente libertador, que entretanto o deixara de ser. Em tempo de conflitos tribais, no meio de uma grande insegurança, os dois terão de empreender uma longa viagem.

Santuário - The Loney, de Andrew Michael Hurley

Lançamento a 2 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Dois irmãos. Um, mudo; o outro, o seu protector. Todos os anos, a família visita o santuário que fica na desolada faixa de costa conhecida apenas como «Loney», desesperadamente à espera de uma cura. Durante as longas horas de espera, os rapazes são deixados sozinhos. E não conseguem resistir à passagem que se vislumbra a cada mudança da maré, à velha casa que se ergue ao longe… Muitos anos mais tarde, Hanny é um homem feito e já não precisa dos cuidados do irmão. Mas depois descobre-se o cadáver de uma criança, morta há muito. O Loney acaba sempre por dar à costa os seus segredos.
Quanto Tempo Falta Para o Abismo?, de Mário Cordeiro

Lançamento a 2 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Um casal com dois filhos decide mudar de vida e ir viver para uma aldeia, numa pequena quinta. Ele é poeta e crítico literário, ela é pintora. Durante um dia nas suas vidas, uma sucessão de eventos desperta memórias profundas. Confrontado com uma leucemia em remissão, a morte entra e sai em diálogo constante. Mas é o saber rural milenar transmitido pelas pessoas da aldeia que contamina o ambiente e influencia o casal com as suas visões do mundo num país em pleno processo pós-revolucionário e a dar os primeiros passos na democracia. O que lhes reserva o futuro? Quanto tempo ainda lhes resta de felicidade num mundo em constante mudança?
Encontrada - À Espera do Felizes para Sempre, de Carina Rissi

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Sofia está de volta ao século XIX, e mais animada do que nunca para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke.
No meio da loucura dos preparativos para o casamento, contudo, ela percebe que tornar-se a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava.
As confusões encontram Sofia antes de ela chegar ao altar — e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento de Sofia e Ian é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas acontecem na vila, e Ian parece estar a enfrentar alguns problemas que prefere não partilhar com a noiva.
Decidida, Sofia está disposta a tudo para ajudar o homem que ama. As suas acções, porém, podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir o seu felizes para sempre… é ela própria.
Encontrada traz-nos de volta o mundo apaixonante de Sofia e Ian, permitindo-nos mergulhar uma vez mais nesta envolvente história de amor.

Sissi - Coragem até ao Fim, de Allison Pataki

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Sissi foi a imperatriz mais marcante no imaginário popular, imortalizada no cinema por Romy Schneider. Este romance, inspirado em acontecimentos reais, recorda uma das mulheres mais fortes e desafiadoras de todos os tempos. Em meados do século XIX, a imperatriz Isabel da Áustria-Hungria — carinhosamente conhecida pelo povo como Sissi — já não é a menina ingénua e inocente de 15 anos que casou com o imperador Francisco José, mas a mãe do príncipe herdeiro e a mulher do líder de um poderoso império. Sissi vive, no entanto, sufocada pelas regras do protocolo real e por um casamento turbulento, e por isso viaja com frequência para a sua propriedade na Hungria, o refúgio onde vive segundo as suas próprias regras e onde pode receber as visitas do conde Andrássy, por quem se apaixonou. Contudo, trágicas notícias que chegam de Viena vão obrigá-la a regressar e a enfrentar a realidade que tanto a afugenta. Conseguirá Sissi vencer as inúmeras adversidades, as provações do amor e o sentimento de perda e continuar a ser uma imperatriz dedicada? Estará ela à altura do desafio de manter a sua família unida e o seu direito ao trono?

A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, de Svetlana Alexievich

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Nesta obra-prima, Svetlana Alexievich dá voz a centenas de mulheres que revelam pela primeira vez a perspectiva feminina da Segunda Guerra Mundial. O número de mulheres combatentes no Exército Vermelho chegou quase a um milhão, mas a sua história nunca foi contada. Este livro, marcado pelo estilo pungente de Svetlana Alexievich, apresenta testemunhos de mais de 200 jovens russas que passaram de filhas, mães, irmãs e noivas a atiradoras, condutoras de tanques ou enfermeiras em hospitais de campanha. O seu relato não é uma história de guerra, nem de combate; é uma história de mulheres e homens catapultados «da sua vida simples para a profundeza épica de um enorme acontecimento». Em que pensavam? De que tinham medo? Como foi aprender a matar? É sobre isto que estas mulheres falam, mostrando uma faceta do conflito sobre a qual não se escreve. Descrevem a sujidade e o frio, a fome e a violência sexual, a angústia e a sombra permanente da morte. A Guerra não Tem Rosto de Mulher, a marcante obra de estreia de Svetlana Alexievich, foi originalmente publicada em 1985, depois de quatro anos de pesquisa e entrevistas. Esta edição corresponde ao texto fixado em 2002, quando a autora reescreveu o livro e incluiu novos excertos com uma força que, antes, a censura não lhe tinha permitido mostrar.

O Casamento Escandaloso de Lady Isabella, de Jennifer Ashley

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Isabella fugiu de um casamento intenso, mas Mac estava decidido a reconquistá-la.
Durante o seu baile de debutante, Lady Isabella, de 18 anos, é «roubada» pelo mal-afamado Lorde Mac Mackenzie e casam nessa mesma noite, escandalizando o sociedade londrina. Depois de três anos de um casamento atribulado, Isabella volta a escandalizar Londres ao separar-se de Mac. Destruído pela separação, Mac dedica-se apenas à pintura. Mas sem a sua musa, percebe que também o seu talento o abandonou. Quando Isabella vê exposto um quadro do ex- -marido, percebe que se trata de uma imitação e que há um falsificador a fazer-se passar pelo famoso Mac Mackenzie. Um mistério que faz Isabella reentrar na vida de Mac.
Quando a sua linda mulher volta a cruzar a porta de casa, Mac percebe que a quer de volta à sua vida e à sua cama e tudo fará para reconquistá-la. Isabella tenta resistir-lhe, mas ao aceitar ser pintada por ele, em poses eróticas, percebe que o desejo entre ambos é uma força imparável que apenas aumentou ao longo dos anos.

O Samaritano (Saga Carter Blake - Livro 2), de Mason Cross

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Se o seu carro avariar de repente, tenha medo, tenha muito medo…
Elas pensavam que ele queria ajudar… Estavam enganadas.
Após uma noite de tempestade, em Los Angeles, a detective Jessica Allen é chamada ao local onde houve um deslizamento de terras. O motivo? Uma descoberta macabra: foi encontrado o corpo de uma jovem cujo pescoço foi degolado com um corte invulgar.
No mesmo dia, são descobertos perto daquele local outros dois corpos mutilados de maneira semelhante. A detective descobre que se trata da obra de um assassino que opera há mais de dez anos, sem nunca ter sido apanhado. É conhecido como o «Samaritano» e captura jovens desamparadas, cujos carros avariaram, deixando-as paradas e sozinhas na estrada.
É então que Carter Blake aparece para oferecer os seus serviços a esta investigação policial. O secretismo em volta das suas verdadeiras intenções leva a detective a desconfiar dele. Mas quando o Samaritano prossegue com uma escalada de assassínios, os dois terão de se unir para o deter de uma vez por todas…

Satisfaz-me (Saga Stark - Livro 6), de J. Kenner

Lançamento a 5 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
"Satisfaz-me" é mais um capítulo sensual e arrebatador na história de Damien Stark e Nikki Fairchild.

«Eu nunca imaginei que algo pudesse superar a nossa lua de mel, mas a vida como Sra. Damien Stark é muito melhor do que qualquer fantasia. Estamos para sempre unidos pelo nosso amor e pelo nosso desejo.
No entanto, os fantasmas do passado ainda nos assombram. Não conseguimos escapar dos nossos segredos, nem evitar as pessoas que nos querem separar. Nós não estamos seguros, nem mesmo no Dia dos Namorados.
Eu farei o que for preciso para proteger o Damien, para lhe dar tudo o que precisa. O seu beijo é a minha devoção, a sua paixão, o meu êxtase. Os perigos que enfrentamos, agora enfrentamo-los juntos, e nada, jamais, nos irá separar.»

As Lições de Vida de William Shakespeare, por Inês Pedrosa

Lançamento a 6 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Belas e poderosas lições de vida que nos revelam o lado redentor do homem das mil máscaras.

Do profundo conhecimento da natureza humana que William Shakespeare possuía, extraímos reflexões sobre a amizade, o amor, o amor-próprio, o casamento, o ciúme, a coragem, a esperança, a felicidade, a grandeza, os homens, o humor, a identidade, a imaginação, a juventude, o mal, as mulheres, a ofensa, o poder, a raiva, a sabedoria, a traição, a tristeza, a vaidade, a verdade e a vida. São quase duas centenas de excertos de peças e sonetos através dos quais aprendemos a pensar - e, sobretudo, a viver com mais alegria.
Bússola, de Mathias Enard

Lançamento a 6 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
A noite desce sobre Viena e sobre o apartamento onde Franz Ritter, musicólogo fascinado pelo Oriente, procura em vão o sono. Oscilando entre sonhos e recordações, melancolia e febre, nesta noite de insónia Franz revisita a sua vida, os seus entusiasmos, encontros e as numerosas estadias longe da Áustria - Istambul, Alepo, Damasco, Palmira, Teerão... -, mas questiona também o seu amor impossível pela exemplar e inalcançável Sarah, especialista da atracção fatal que esse Grande Levante exerce sobre aventureiros, académicos, artistas e viajantes ocidentais.

Assim se dá a conhecer um mundo de exploradores das artes e da sua história, de orientalistas modernos animados pelo puro desejo de combinações e descobertas que a actualidade contemporânea vem esbofetear. E o eco trágico desse impulso febril quebrado ressoa na alma ferida das personagens da mesma forma que atravessa o livro.

Romance nocturno, envolvente e musical, de erudição generosa e humor agridoce, Bússola é uma viagem e uma declaração de deslumbramento, uma busca do outro em nós e uma mão que se estende - como uma ponte erguida entre o Ocidente e o Oriente, entre ontem e amanhã, alicerçada num inventário amoroso de séculos de fascínio, de influências e de vestígios sensíveis e persistentes, que tenta mitigar os fogos do presente.

Contagem Decrescente, de Ken Follett

Re-lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
O regresso do thriller político.
Espionagem e suspense em plena Guerra Fria.

Um homem acorda deitado no chão de uma casa de banho da estação de comboios Union Station, em Washington. Não faz a mínima ideia de como foi ali parar. Parece um sem-abrigo e não sabe onde mora. Nem sequer se lembra do próprio nome.
Em Janeiro de 1958, no auge da Guerra Fria, soviéticos e americanos disputam a primazia pela conquista do espaço. O lançamento do Explorer I, o primeiro satélite americano, foi inexplicavelmente adiado. Claude Lucas é uma das figuras centrais para que o lançamento seja um sucesso, mas encontra-se desaparecido. Sem ele, o jogo de forças pode pender para o lado soviético. Um thriller intenso repleto de história, intriga e espionagem, onde a vida de um homem decide o futuro de um país.

Por Treze Razões, de Jay Asher

Re-lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Ao regressar das aulas, Clay Jensen encontrou à porta de casa uma estranha encomenda com o seu nome escrito, mas sem remetente. Ao abri-la descobriu sete cassetes com os lados numerados de um a treze. Graças a um velho leitor de cassetes, Clay é surpreendido pela voz de Hannah Baker, uma adolescente de dezasseis anos que se suicidara duas semanas antes e por quem estivera apaixonado. Na gravação, Hannah explica os treze motivos que a levaram a pôr fim à vida. Guiado pela voz de Hannah, Clay testemunha em primeira mão o seu sofrimento e descobre que os treze motivos correspondem a treze pessoas…
A Rapariga do Calendário - Julho, Agosto, Setembro (Livro 3), de Audrey Carlan

Lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
12 Meses. 12 Vidas. Um único Amor

A vida excitante de Mia Saunders continua no terceiro livro perversamente escaldante da série A Rapariga do Calendário! Nestes três meses, Mia desloca-se a Miami, ao Texas e à sua terra natal, Las Vegas.
Em Julho, participará no videoclipe do artista de hip-hop Anton Santiago. A recuperar ainda do trauma sofrido em Junho, a nossa rapariga abre o coração e descobre que correr riscos lhe pode trazer o que sempre desejou e muito mais.
Em Agosto, Mia viaja para o Texas, assumindo o papel da irmã há muito desaparecida do magnata do petróleo Maxwell Cunningham. Mas se esse trabalho prometia à partida ser fácil, segredos do passado ameaçam pôr em causa aquilo em que Mia sempre acreditou.
Em Setembro, a jovem regressa a Las Vegas, a cidade do pecado, onde o mundo à sua volta parece desmoronar à medida que aqueles que ama enfrentam batalhas decisivas.

A Nona Vida de Louis Drax, de Liz Jensen

Lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Louis Drax é um miúdo de nove anos, precoce, inteligente, problemático e muito dado a acidentes. Em cada ano da sua curta vida, sofreu pelo menos um episódio de maior gravidade, acidente ou doença, mas sobrevive sempre como o gato que cai sobre as quatro patas. No seu nono aniversário, durante o piquenique familiar, o pequeno Louis cai de uma falésia e afoga-se num rio permanecendo num coma profundo de onde poderá não regressar… Uma história brilhante, contada a duas vozes: a do próprio Louis, dentro do seu inacessível subconsciente, e a do neurologista, ao cuidado de quem o jovem fica após o misterioso desaparecimento do seu pai.
O Meu Nome é Lucy Barton, de Elizabeth Strout

Lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Lucy Barton está numa cama de hospital, a recuperar lentamente de uma cirurgia que deveria ter sido simples. As visitas do marido e das filhas são escassas e pouco aproveitadas por Lucy. A monotonia dos dias de hospital é quebrada pela inesperada visita da mãe, que fica cinco dias sentada à sua cabeceira. Mãe e filha já não se falavam há anos, tantos quantos os que Lucy passou sem visitar a casa onde cresceu e os que a mãe passou sem a visitar em Nova Iorque, nem sequer para conhecer as netas.
Reunidas, as duas trocam novidades e cochichos sobre os vizinhos de infância de Lucy, mas por baixo da superfícies plácida da conversa de circunstância pulsam a tensão e a carência que marcaram a vida de Lucy: a infância de pobreza e privação no Illinois, a vontade de ser escritora e a desconfortável sensação de não pertencer a lado nenhum, a fuga para Nova Iorque e a desintegração silenciosa do casamento, apesar da presença luminosa das filhas. Com um passado que ainda a atormenta e o presente em risco iminente de implosão, Lucy Barton tem de focar para ver mais longe e para voltar a pôr-se de pé.
Mais do que uma história de mãe e filha, este é um romance sobre as distâncias por vezes insuperáveis entre pessoas que deveriam estar próximas, sobre o peso dos não-ditos no seio das relações mais íntimas e sobre a solidão que todos sentimos alguma vez na vida. A entrelaçar esta narrativa está a voz da própria Lucy: tão observadora, sábia e profundamente humana como a da escritora que lhe dá forma.

Tudo, Tudo e Nós, de Nicola Yoon

Lançamento a 7 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Madeline Whittier observa o mundo pela janela. Tem uma doença rara que a impede de sair de casa. Apesar disso, Maddy leva uma vida tranquila na companhia da mãe e da sua enfermeira - até ao dia em que Olly, um rapaz vestido de preto, se muda para a casa ao lado e os seus olhares se cruzam pela primeira vez. De repente, torna-se impossível para Maddy voltar à velha rotina e ignorar o fascínio do exterior - mesmo que isso ponha a sua vida em risco. Nicola Yoon escreveu um livro comovente com uma mensagem para leitores de todas as idades.
Picada Mortal, de Rex Stout

Lançamento a 8 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Barstow, de cinquenta e oito anos, reitor da Holland University, jogava golfe domingo à tarde no campo do Green Meadow Club e de súbito caiu morto, vítima de ataque cardíaco. Terá sido esta a notícia que Carlo Maffei recortou do jornal no dia em que desapareceu. O detective privado Nero Wolfe é contratado para o encontrar, mas não tarda muito até que seja a polícia a descobri-lo - morto, apunhalado. E quando Wolfe é presenteado no seu escritório com uma das mais temidas víboras conhecidas pelo homem, a fer-de-lance, o seu jovem assistente Archie Goodwin percebe que estão perigosamente perto da resolução de dois crimes diabolicamente inteligentes. Primeiro caso da longa carreira detectivesca da dupla Wolfe e Goodwin, Picada Mortal foi lançado em 1934 com um êxito estrondoso e afirmou desde logo Rex Stout como um dos nomes mais originais do romance policial americano, permanecendo ainda hoje como obra de referência na história da literatura de mistério.
Caminho de Ulisses, de Ben Pastor

Lançamento a 8 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Depois de "Céu de Chumbo", através do qual se deu a conhecer aos leitores portugueses, Ben Pastor e a sua personagem mais marcante, Martin Bora, estão de regresso. "Caminho de Ulisses" narra a história de um homem que se recusa a aceitar que a vida não tem valor e uma aventura que vai de Moscovo a Creta.
Martin Bora é um oficial alemão desiludido e solitário. Defensor do ideal de justiça, vive dividido entre o dever a Hitler e a sua integridade como ser humano. Convocado a resolver um crime que pode desencadear uma catástrofe diplomática, Bora tenta descobrir a verdade por detrás do assassinato de um cidadão de um país neutro.
Com a ajuda de um impassível comissário grego, o "Ulisses" de James Joyce no bolso e a companhia de uma arqueóloga norte-americana, Bora empreende uma perigosa odisseia em busca da verdade. A sua investigação, qual luta moderna contra o Minotauro, irá determinar o futuro da invasão da União Soviética.

A Inscrição dos Dias - Cartas para Q., de Pedro Martins

Lançamento a 8 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Percorrendo os grandes temas de um país perdido na sua história (o salazarismo, a PIDE, o Tarrafal), os sentimentos mais genuínos (o amor, a solidariedade), mas também um quotidiano cruel, os medos e os fantasmas de uma geração, A Inscrição dos Dias - Cartas para Q. é uma obra intensa, uma descida aos infernos e, em simultâneo, um acto de libertação.
Albert Regressa a Casa, de Homer Hickam

Lançamento a 8 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
A Grande Depressão converteu o sonho americano numa tragédia amarga e é aqui que começa a épica aventura de Elsie e Homer… Uma viagem de quase dois mil quilómetros com um caimão no banco de trás e com John Steinbeck como passageiro.
Nos Estados Unidos de 1930, a Grande Depressão encurtou os horizontes e Elsie Lavender encontra-se, mais uma vez, onde começou: numa povoação mineira da Virgínia Ocidental. Resta-lhe apenas uma recordação dos dias felizes passados em Orlando: um caimão bebé chamado Albert.
Mas tudo muda no dia em que acaba a proverbial paciência do seu marido e Elsie tem de escolher entre Homer e Albert. Depois de pensar no assunto durante algum tempo, Elsie decide que só há uma coisa a fazer: levar Albert de volta para a Florida, o seu verdadeiro lar.
Assim começa uma odisseia — uma viagem como nenhuma outra — em que Elsie, Homer e Albert se deparam com tudo, desde estrelas de cinema a revolucionários, Ernest Hemingway e furacões, na sua luta para encontrar o amor, a redenção e um lugar ao qual possam chamar lar.
Do autor de best-sellers Homer Hickmam chega-nos este maravilhoso romance sobre um homem, uma mulher e o seu caimão.

Aprender a A. M. A. R. (Agir, Motivar, Aceitar, Respeitar), de Fernando Mesquita

Lançamento a 9 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
- O amor tem de ser complicado?
- Por que é que, para algumas pessoas, viver a dois parece tão simples e, para outras, é um verdadeiro calvário?
- Que mitos e crenças limitam a capacidade de amar?
- O que pode um casal fazer face às primeiras dificuldades?
- Qual é o segredo dos casais felizes?

Este não é apenas um livro de auto-ajuda. É um verdadeiro manual sobre as relações que vai dar resposta a estas (e outras) questões sobre o AMOR! A partir da experiência como psicoterapeuta sexual e conjugal, o autor recorre a exemplos de casos reais e a técnicas apoiadas na meditação Mindfulness, na Terapia Cognitivo Comportamental e na Terapia da Aceitação e Compromisso, para nos ajudar a identificar e a fortalecer os quatro pilares das relações amorosas saudáveis: (A)GIR (M)OTIVAR (A)CEITAR (R)ESPEITAR

Não se limite a saber o que está mal na sua relação. Aprenda a enfrentar e a ultrapassar esses problemas. Descubra como pode ser mais feliz com aqueles que ama. Porque nunca é tarde demais para aprender a AMAR... e ser FELIZ!

Ronda das Mil Belas em Frol, de Mário de Carvalho

Lançamento a 9 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Eis um livro de ficção sobre sexo. Todas as histórias nele contidas narram percalços, espantos e sobressaltos de ligações íntimas entre homens e mulheres. O que se desvenda, o que se oculta. Rasgos perversos. Permanências e rupturas.

Nem sempre se encontra o que se espera, nem se espera o que se encontra. A variedade é avassaladora. A diferença inevitável. Neste jogo de corpos enlaçados, não poucas leitoras ficarão admiradas com certo olhar masculino. Talvez passem a conhecer ainda melhor outras mulheres. E os leitores também não perdem nada em saber o que pode surpreendê-los nas voltas do mundo.
No Campo, de Martin Crimp

Lançamento a 9 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
Versão de Pedro Mexia da emblemática peça de Martin Crimp, um dos mais importantes dramaturgos europeus do pós-guerra.

Richard, um médico, e a sua mulher, Corinne, mudam-se para o campo com os filhos (que nunca vemos). Querem libertar-se de vícios, evitar tentações, reconstruir a vida. Um dia, Richard traz para casa Rebecca, uma rapariga que diz ter encontrado desmaiada na estrada. O quotidiano campestre e aparentemente bucólico do casal é então subitamente perturbado, e regressam todos os fantasmas da anterior vida urbana. Desconcertante, misteriosa e violenta, "No Campo" é uma das mais importantes peças de Martin Crimp.

"No Campo", com tradução e encenação de Pedro Mexia, estreou no Teatro Turim, Lisboa, em 2013, com interpretação de Joana Santos, Joana Seixas e Sérgio Praia.

O Exército Perdido, de Paul Sussman

Lançamento a 9 de Setembro - COMPRAR

Sinopse
A zoóloga britânica Tara Mullray vai ao Egipto visitar o pai, um arqueólogo de grande prestígio, e descobre com horror que ele morreu alguns dias antes da sua chegada. Nessa altura, um negociante especializado em venda de antiguidades no mercado negro é também encontrado morto junto do Nilo. O seu corpo, ferozmente mutilado, está também coberto de queimaduras de cigarro. Estes crimes despertam o interesse da Embaixada Britânica e do Serviço de Antiguidades do Egipto por o julgarem relacionados com o terrorista Sayf al-Tha'r.
O Intervalo do Tempo, de Jeanette Winterson

Lançamento a 9 de Setembro - COMPRAR

Sinopse:
"O Conto de Inverno" é uma das últimas peças de Shakespeare. Conta a história de um rei cujo ciúme acaba na morte da sua bela mulher e no desaparecimento da sua filha bebé. A menina é encontrada e criada por um pastor da Boémia, mas, através de uma série de acontecimentos extraordinários, pai e filha (e por fim, também a mãe) acabam por se juntar de novo.

Em "O Intervalo de Tempo", uma nova versão desse conto feita por Jeanette Winterson, passamos de Londres, uma cidade em choque depois da crise financeira de 2008, para uma cidade americana que se chama Nova Boémia e acabou de ser arrasada por uma tempestade. Escrita com fibra e espírito, esta é a história do poder corrosivo do ciúme, por um lado, e da salvação através do amor a uma criança perdida por outro.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com