"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

31 de outubro de 2006

Distante

Fogo, quente fogo,
Me aquece meu frio coração...
Nesta cadeira fria
Encosto o meu corpo morto
Sem um único suspiro,
Sem um único olhar.

Observo esta parede
E fico absorta com a sua palidez,
Tão triste e fria
Como a minha própria alma!
A nudez das tuas palavras
Que como espadas me espeta
E me desalma...

Sinto-me distante...
Fecho os olhos
e a pálida parede desaparece
dentro de uma escuridão
imensa e vã...
Este silêncio cortante não cede...
Perdão... Cede sim!
Oiço a tua voz
mas não te vejo,
volto a abrir os olhos
e continuo a não te ver.

Estás longe,
friamente longe.
E eu aqui, junto a esta lareira...
A madeira é consumida,
as chamas crescem,
mas nem assim as minhas faces aquecem,
nem tão pouco esta sensação
de estar morta
e de continuar a respirar...

Volto a fechar os olhos,
volto a ouvir o som da tua voz.
Sinto as tuas mãos tocarem-me;
Estremeço...
Vejo o teu rosto sorrir-me;
Finalmente aqueço...
Também eu sorrio;
E sem querer adormeço...

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário! :)

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com