"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

16 de maio de 2010

Fugir


Muitas vezes digo que tenho uma arca frigorífica no lugar do coração, não por ser uma pessoa má ou mesquinha mas porque, já há algum tempo, que o deixei de sentir bater, o seu calor. Guardei-o tão bem num cantinho, conservado num trono gelado, que me esqueci que o tenho.
Pobre coitado já lutou tantas e tantas guerras, sempre na frente de batalha ...precisava de paz para poder cicatrizar as suas feridas.
Sem coração, tal mulher de lata, sigo hoje o meu caminho. Afasto as pessoas que me querem, afasto-me (quase que fujo!) das pessoas que quero...mecanismo de defesa de um cérebro cansado e de um coração hibernado e em convalescença.

Hoje fugi. Não tenho coragem de verbalizar o que realmente sinto, o que realmente quero. Perdi a minha oportunidade, mais uma vez. O meu pensamento atrapalha-me, as ideias surgem soltas toldando-me o discernimento e, sim, perdi a minha oportunidade. Já não há maneira de voltar atrás...

Sombra gentil e doce, toca-me o peito, aquece-me, cura as minhas feridas. Segura-me as mãos quando tiver medo e quando sentires que tremo hesitante, puxa-me que eu salto contigo este precipício. Não me deixes fugir...agarra-me e o meu trono de gelo derreter-se-á.
Não me deixes fugir...estou cansada de fugir...não quero mais fugir...

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário! :)

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com