"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

13 de junho de 2015

Lançamentos em Junho (2ª Parte)

Por fim, de Edward St Aubyn

Lançamento a 18 de Junho

Sinopse:
Este é o quinto e último romance da saga com a qual Edward St Aubyn conquistou o mundo literário. Triunfante conclusão da história da juventude traumática e das atribulações adultas de Patrick Melrose, onde a personagem central é colocada, após o funeral da mãe, na situação de se perguntar se agora, sem pais, virá a libertação que tanto desejou. E é neste encontro final da família, por entre todas as costumadas falsidades sociais, que Patrick pressente a possibilidade de uma certa forma de redenção e de segurança, por fim.

Beijo Fatal, de Jeff Abbott

Lançamento a 18 de Junho

Sinopse:
Whit Mosley, juiz de paz na cidade de Port Leo, Texas, é um rapaz novo e descontraído, tanto na vida como no cargo. Em ano de reeleição, não parece muito interessado em lutar pelo seu emprego, o último numa longa lista de falhanços profissionais.
No entanto, as águas da pacata cidade costeira não vão demorar muito a agitar-se: uma noite, Whit é convocado para atestar um óbito. O cadáver pertence ao filho de uma senadora, regressado à terra natal depois de uma carreira no mundo da pornografia. Terá sido suicídio, alimentado por uma antiga tragédia familiar? Ou será que um assassino obcecado o usou como peão num jogo deturpado?
Quando Whit desafia a pressão política e começa a investigar, ele e a detetive Claudia Salazar põem as suas carreiras - e as suas vidas - em perigo, expondo um ninho de barões da droga, vigaristas e tubarões sedentos de poder, todos em busca de sangue.
Mas nas areias quentes de Port Leo há segredos ainda mais obscuros enterrados… e ninguém é o que parece ser.

O Terceiro Polícia, de Flann O'Brien

Lançamento a 18 de Junho

Sinopse:
O romance segue, à boa maneira de Lewis Carrol, as alucinantes aventuras do protagonista - um singular criminoso que não se recorda do seu próprio nome - numa esquadra de polícia, um estranho edifício bidimensional, localizado num dos cantos do inferno. Nesta, travará conhecimento com três excêntricos polícias, interessados em aprofundar as teorias do físico, filósofo e especialista em balística, de Selby, nomeadamente a relação entre a "Teoria Atómica" e as bicicletas com um «elevado conteúdo de humanidade». Uma brilhante comédia negra sobre a natureza do tempo, da morte e da existência, pela primeira vez disponível aos leitores portugueses.

Acácia - Vozes da Profecia, de David Anthony Durham

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse:
No último livro desta saga épica têm lugar confrontos de poderes e energias inconcebíveis, personagens vêem o seu destino cumprido e os desígnios para Acácia serão elevados até à glória redentora. A Rainha Corinn restaurou a dinastia Akaran ao conseguir manipular a magia terrível sobre o mundo conhecido. O seu irmão mais novo, Dariel, prossegue na sua jornada pelas Outras Terras, tendo-se tornado num defensor da liberdade dos escravos. E Mena avança para norte liderando um exército para aniquilar uma ameaça latente a Acácia, o povo semi-imortal Auldek. Com punho de ferro e hábeis estratégias políticas, a jovem Rainha reprime uma insurreição e impede a violência de se alastrar no reino… mas à noite é atormentada com sonhos horrendos. Resta-lhe manter a força de espírito para assegurar algo quase impossível: a prosperidade e união pacífica de todas as raças. 

Esta Distante Proximidade, de Rebecca Solnit

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse:
Esta Distante Proximidade, nomeado para o National Book Award, é como uma boneca russa - cada história contém histórias, e os capítulos espelham-se uns nos outros. Uma narrativa riquíssima, luxuriante de incidentes e surpresas. O que ela fez com os alperces, com a memória da mãe em desagregação, com um convite para a Islândia, e com uma doença, é a matéria-prima bruta deste livro. Mas Rebecca Solnit vai muito além da sua própria vida, entrando em histórias que ouviu e leu, levando-nos para dentro da vida de outras pessoas: um canibal do Ártico, o jovem Che Guevara entre os leprosos, uma artista islandesa e o seu labirinto, um músico de blues que se cura da bebida com as histórias que conta a si mesmo. Assim, somos transportados através do frio e do calor, da bondade e da imaginação, da distância e da empatia. 

O Feiticeiro e a Bola de Cristal (A Torre Negra IV), de Stephen King

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse:
No quarto livro da série fantástica de Stephen King, Roland, o último dos pistoleiros, e os seus companheiros continuam a sua demanda pela Torre Negra. Depois de terem escapado por pouco à morte, os cinco companheiros iniciam uma viagem aterradora por uma paisagem urbana devastada a bordo de um comboio suicida. Roland terá de enfrentar um velho e astucioso inimigo de grande astúcia e a tentação da diabólica bola de vidro do feiticeiro, uma força poderosa no primeiro amor de Roland. E a torre está mais perto…

Letras Escarlates, de Anne Bishop

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse
Ninguém tem a capacidade de criar novos mundos como Anne Bishop, autora bestseller do The New York Times. Nesta nova série somos transportados para um mundo habitado pelos Outros, seres sobrenaturais que dominam a Terra e cujas presas predilectas são os humanos. Meg é uma profetisa de sangue. Sempre que a sua pele é cortada, ela tem uma visão do futuro - um dom que mais lhe parece uma maldição. O Controlador de Meg mantém-na aprisionada de forma a ter acesso total às suas visões. Quando finalmente ela consegue escapar, o único sítio seguro para se esconder é no Pátio de Lakeside - uma zona controlada pelos Outros. O metamorfo Simon Wolfgard sente alguma relutância em contratar a estranha que lhe pede trabalho. Sente que ela esconde algo e, para além disso, ela não lhe cheira a uma presa humana. Algo no seu íntimo leva-o a contratá-la, mas ao descobrir quem a jovem realmente é e que o governo a procura, ele terá de tomar uma decisão. Será que proteger Meg é mais importante do que evitar o confronto que se avizinha entre humanos e Outros?

O Anjo e o Inquisidor, de Pedro L. Torres

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse:
Em 1591 chega ao Brasil a armada que traz de Lisboa a comitiva da Inquisição, liderada por Heitor Furtado de Mendonça. Para além de marinheiros, degredados, aventureiros e padres da Companhia, desembarca também um grupo de órfãs do reino, entre as quais uma jovem de cabelos loiros, sobrinha do poderoso Senhor de Engenho da vila de Jaguaripe. A visitação do Santo Ofício inicia-se em Salvador, após publicação do Edital onde estão descritos crimes de fé como feitiçaria, blasfémia, adultério ou sodomia. Rapidamente as denúncias e confissões minam o ambiente tropical da colónia portuguesa. O escândalo parece apenas poupar o distante engenho de Jaguaripe, agraciado com a chegada do seu anjo loiro, onde a pureza da fé e dos costumes ainda imperam. Através da perseguição obstinada do Inquisidor, a comitiva cruza-se com heresias formidáveis, como o índio que se autodenomina de Papa e o seu braço direito de nome Jesus Preto, ou a promíscua Felipa de Souza, useira e costumeira de namorar mulheres. E se para os portugueses o Brasil era o Paraíso na Terra, cedo se transforma num antro de paixões, onde nem os anjos são inocentes.

Iris e Ruby, de Rosie Thomas

Lançamento a 19 de Junho

Sinopse:
Um livro inspirador que ganha vida com as descrições das antigas ruas da cidade do Cairo e do vasto deserto que o rodeia - Iris e Ruby é uma maravilhosa história sobre mães e filhas e daquilo que separa três gerações de uma mesma família. A vida calma e melancólica de Iris, na sua casa no Cairo, é subitamente perturbada pela chegada de Ruby, a sua neta obstinada e problemática. A adolescente fugiu de Inglaterra em busca de consolo junto da avó de quem estava afastada há vários anos. Quando começam a desabafar uma com a outra cria-se entre ambas um laço inesperado. As memórias de Iris começam a fugir-lhe e Ruby ajuda-a a documentar as suas recordações da cidade do Cairo, glamorosa e cosmopolita no tempo da Segunda Guerra Mundial, e do seu único e verdadeiro amor - o enigmático Capitão Xan Molineux, falecido em combate. A dor que experienciou tão cedo na vida moldou Iris na mulher que é, o que influenciou por sua vez a vida da sua filha e da sua neta, e será esta mesma dor que levará as duas mulheres a aventurarem-se nos perigos do deserto egípcio.

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário! :)

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com