"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

13 de junho de 2015

Lançamentos em Junho (3ª Parte)

Confissões de uma Suspeita de Assassínio, de James Patterson e Maxine Paetro

Lançamento a 22 de Junho

Sinopse:
Ela não seria capaz de matar os próprios pais… ou seria?
Malcolm e Maud Angel eram pais altamente exigentes. Quando são assassinados, a filha mais velha, de dezasseis anos, Tandy, torna-se a principal suspeita do crime. Nesse mesmo dia, ela decide descobrir quem é o verdadeiro assassino, ainda que seja ela própria ou um dos irmãos. Tandy é uma rapariga-prodígio, incrivelmente inteligente e com conhecimentos fora do vulgar. E agora também é herdeira de uma grande fortuna… Ela guarda muitos segredos, que regressam para a atormentar. Sente-se perdida, vítima da educação recebida dos pais. Mas não seria capaz de os matar… ou seria?
Um thriller emocionante e de leitura compulsiva, onde todos os segredos de Tandy, até os mais obscuros, são revelados. Quem sabe aquilo de que ela é, realmente, capaz?

Confissões: Os Crimes dos Colégios Privados, de James Patterson e Maxine Paetro

Lançamento a 22 de Junho

Sinopse:
CONFESSA QUE NÃO CONFIAS EM NINGUÉM.
Eis Tandy Angel. O primeiro caso que conseguiu resolver foi o da morte dos seus pais ricos e famosos. Agora tenta ilibar o seu irmão da acusação de ter matado a namorada grávida. Mas Tandy também está em perigo.
CONFESSA QUE NÃO TE SENTES SEGURA.
Jovens raparigas dos colégios mais exclusivos de Nova Iorque estão a aparecer assassinadas, e a polícia está longe de descobrir o culpado.
CONFESSA QUE É DEMAIS PARA TI.
Uma das vítimas era colega de Tandy na mesma escola de elite que esta frequenta. Tandy suspeita de um assassino em série, mas a polícia não lhe dá ouvidos. Tandy também não consegue ignorar que ela própria se encaixa no perfil das vítimas.
CONSEGUIRÁ ELA DESCOBRIR O ASSASSINO ANTES DE SE TORNAR O PRÓXIMO ALVO?

A Defesa, de Steve Cavanagh

Lançamento a 22 de Junho

Sinopse:
De vigarista a advogado.
De bêbedo e mentiroso a pai de família.
Quereria este homem ao seu lado para o defender em tribunal?
Há mais de um ano que Eddie Flynn prometeu a si mesmo não voltar a entrar numa sala de audiências. Mas agora não tem alternativa. Olek Volchek, o chefe da máfia russa nova-iorquina, quer obrigar Eddie a representá-lo num julgamento por homicídio impossível de vencer. Eddie Flynn tem 31 horas para…
• defender o seu novo cliente da acusação de homicídio;
• resgatar a filha, Amy, de dez anos, raptada pelos criminosos;
• salvar a própria vida, ameaçada pela bomba que traz presa ao casaco.
Sob o olhar atento dos media e do FBI, Eddie tem de usar a sua inteligência e todos os truques do passado para defender o seu cliente e garantir a segurança da filha. Com o temporizador da bomba a contar, conseguirá Eddie convencer o júri e salvar a sua vida e a de Amy?

Os Bebés de Auschwitz, de Wendy Holden

Lançamento a 22 de Junho

Sinopse:
Entre as vítimas do Holocausto enviadas para Auschwitz em 1944, três mulheres levavam consigo um segredo quando passaram pelos portões do infame campo de concentração.
Priska, Rachel e Anka estavam grávidas de poucas semanas, enfrentando um destino incerto longe dos seus maridos. Sozinhas, assustadas, e após terem perdido tantos familiares às mãos dos nazis, sentiam-se determinadas em lutar pelo que lhes restava: as vidas dos seus bebés.
Estas mulheres deram à luz em circunstâncias inimagináveis, com intervalos de semanas entre si. Quando nasceram, os bebés pesavam menos de 1,5 Kg cada, e os seus pais haviam sido assassinados pelas forças alemãs, enquanto as mães se haviam transformado em «esqueletos andantes».
Os Bebés de Auschwitz segue a incrível história das mães: primeiro em Auschwitz, onde sofreram o escrutínio cruel de Josef Mengele, o médico nazi conhecido como Anjo da Morte, que selecionava as mulheres grávidas à entrada do campo, destinando-as às câmaras de gás; depois num campo de trabalho alemão onde, esfomeadas, lutaram por esconder a sua gravidez; e, por fim, durante a viagem infernal de comboio, que durou 17 dias, até ao campo de concentração de Mauthausen, onde viriam a ser libertadas pelos Aliados.
A biógrafa Wendy Holden descreve toda a história com minúcia, destacando a coragem destas mulheres e a bondade dos desconhecidos que as ajudaram a sobreviver. Os Bebés de Auschwitz é um livro comovente e uma celebração da nossa capacidade de amar, ajudar e sobreviver mesmo nos contextos mais tenebrosos.

Doidos por Cães, de Megan Donohue

Lançamento a 22 de Junho

Sinopse:
Como Conselheira do Processo de Luto por Animais de Estimação, Maggie Brennan recorre a uma combinação entre empatia, compreensão e humor para ajudar os seus pacientes que estão a lidar com a angústia de terem perdido um amigo de quatro patas.
Apesar de possuir um dom para guiar os outros através de situações difíceis, a própria Maggie está, neste momento, a passar por um problema grave que pode ameaçar a sua prática de aconselhamento: ataques de pânico quando sai de casa, suscitados pela morte do seu próprio cão, Toby.
Tudo muda quando uma rapariga difícil e perturbada aparece no consultório de Maggie e acaba a pedir-lhe ajuda para encontrar o seu cão desaparecido. Percorrendo as ruas da cidade de São Francisco à procura do animal, Maggie dá por si envolvida num mistério que a força a enfrentar, finalmente, o seu maior medo — e a abrir o coração para um novo amor.
Cheio de surpresas profundamente comoventes e encantadoras, Doidos por Cães conta uma história enternecedora e divertida que capta habilmente os laços do amor, a dor da separação, e o poder que os cães têm de nos curar.

O Olhar dos Inocentes, de Camilla Läckberg

Lançamento a 23 de Junho

Sinopse:
Numa idílica ilha frente a Fjallbacka houve em tempos um colégio, propriedade de uma família que, no domingo de Páscoa de 1974, desapareceu deixando para trás uma bebé de meses. Na altura, o mistério deixou a Polícia perplexa: o que poderia levar os pais a abandonarem uma bebé? Teriam sido raptados? Assassinados? Apesar dos esforços das autoridades locais não foi encontrado rasto da família nem qualquer explicação plausível para o sucedido. A bebé, Ebba, foi entregue a uma família que a acolheu e educou e a investigação foi arquivada. Agora, muitos anos depois, Ebba regressa à ilha com o marido. Acabaram de perder o seu único filho e tentam começar uma nova vida restaurando o velho colégio abandonado. Porém, com a chegada de Ebba à Ilha, regressam também os estranhos acontecimentos: primeiro há uma tentativa de pegar fogo à casa, depois de atingir Ebba a tiro.
Chamado a investigar, Patrik Hedström conta involuntariamente com a ajuda da sua mulher Erica, que decide pesquisar por conta própria o desaparecimento que desde sempre lhe despertou curiosidade, talvez a pensar no enredo de um próximo livro. Patrik e Erica não se poupam a esforços, mas, para manter o passado enterrado, há quem esteja disposto a dificultar-lhes a vida.…

Queres Casar Comigo Todos Os Dias?, de Pedro Chagas Freitas

Lançamento a 25 de Junho

Sinopse:
Emocionante, sensual e doce, um romance a duas vozes tremendamente intenso - capaz de fazer o leitor perceber, profundamente, qual é afinal o poder do amor. Estarão todos à altura de o sentir?

«Ela chegou, pousou a mala.
Ele, no sofá, olhou-a.
Sorriram.
Ela aproximou-se dele. Passou-lhe a mão pelo rosto.
Sorriram.
Ele abriu os braços, aconchegou-a como se aconchega a vida.

O Dia dos Milagres, de Francisco Moita Flores

Lançamento a 30 de Junho

Sinopse:
O Dia dos Milagres é uma viagem apaixonante aos últimos dias do regime filipino que haveria de baquear no golpe de Estado que iniciaria a dinastia de Bragança.
O autor centra a acção em Vila Viçosa, onde viviam os Duques de Bragança, e conduz-nos pelos dias de ansiedade, dias terríveis, vividos entre crenças e superstições, marcado por revoltas e sofrimento, num Portugal pobre e cansado, traumatizado pela tragédia de Alcácer Quibir, de onde espera que chegue o Rei Sebastião.
O Dia 1 de Dezembro de 1640 foi um momento único da História de Portugal. Uma data que foi desprezada, até deixou de ser feriado, decisão que enxovalha a memória portuguesa. Um punhado de fidalgos, apoiado pelo Povo de Lisboa, enfrentou o mais poderoso Império do mundo. E devolveu a dignidade a Portugal. São os preparativos dessa saga extraordinária que percorrem as páginas deste romance apaixonante, terno, para que a memória colectiva não esqueça, aquilo que os novos servos do nosso tempo esqueceram, julgando Portugal do tamanho de um mero livro de contabilidade.

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário! :)

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com