"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

11 de janeiro de 2016

Lançamentos em Janeiro (2ª Parte)

A Queda de Wall Street, de Michael Lewis

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
Com apenas 24 anos, Michael Lewis foi contratado pelo banco Salomon Brothers. Recebia centenas de milhares de dólares por ano mas não percebia nada de acções. Três anos depois bateu com a porta e escreveu o Liar’s Poker a relatar a sua experiência. E ficou à espera: tinha a certeza absoluta de que Wall Street, mais cedo ou mais tarde, iria cair com estrondo. Esperou mais de 20 anos. 

Em 2007, Michael Lewis descobriu uma série de investidores que estavam a apostar tudo justamente na queda do sistema. Todos eles colocaram uma questão: e se o preço das casas cair? O que acontecerá ao mercado do subprime? Provavelmente o maior bestseller de sempre sobre a actual crise, A Queda de Wall Street narra-nos a história dos visionários que previram a mudança de paradigma, e que ganharam milhões de dólares com isso, e mostra-nos um mundo que poucos conhecem - a alta finança, as agências de rating e os seus monstruosos equívocos.

O Nome de Deus é Misericórdia, de Papa Francisco

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
Pela primeira vez, um livro-entrevista assinado pelo Papa Francisco, dirigido a todos os homens e mulheres do mundo num diálogo simples, profundo e intimista.
O livro contém a Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. O texto foi autorizado pelo papa para fazer parte do livro, onde é explicado o porquê da decisão de Francisco proclamar o Ano da Misericórdia.

O Papagaio de Jesus, de João Costa Pinto

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
As aventuras do papagaio mais bem informado do futebol nacional.

Esta é a história de um papagaio muito especial, companheiro de vitórias (muitas) e derrotas (poucas) do mais badalado treinador do futebol nacional.
Camarada de viagem do seu dono, o nosso papagaio testemunhou todos os momentos decisivos da carreira de JJ.
Da viagem de Braga para Lisboa, aos assédios do FCP, passando pela mudança para o outro lado da Segunda Circular, nada escapa aos olhos e ouvidos deste amigo de penas.
Por motivos de segurança este papagaio decidiu manter-se no anonimato. Pontos.

A Perfeição de Fiona, de Marion Chesney

Lançamento Janeiro

Sinopse:
As formidáveis irmãs Tribble estão intrigadas. Por um lado, estão contentes por terem nas mãos mais uma jovem a quem preparar para a vida na alta-sociedade. Mas por outro, a sua nova cliente, Fiona Macleod, parece ser tudo menos intratável. Precisará mesmo da ajuda da Academia de Etiqueta? A lindíssima e abastada herdeira escocesa não tem um único defeito que se lhe aponte: é educada, graciosa, recatada, e fluente em italiano! Infelizmente, aos dezanove anos, ainda não arranjou marido, e é esse o plano de Mr. e Mrs. Burgess, tios e guardiões de Fiona. 
A única recomendação? Que ela se mantenha afastada de Lord Peter Harvard.
Mas a verdadeira Fiona está prestes a revelar-se. E escolhe logo o seu primeiro baile para o fazer. Namorisca despudoradamente com os seus inúmeros pretendentes e aborda assuntos proibidos para qualquer jovem que se preze. Pois a verdade é que Fiona não tenciona casar-se... e nem mesmo as atenções de Lord Peter, o solteiro mais cobiçado da sociedade, a farão mudar de ideias. Mas quando as discussões acaloradas entre ambos dão lugar a beijos escaldantes, é possível que Fiona esteja prestes a reconsiderar...
No seguimento de A Educação de Felicity, A Perfeição de Fiona é o segundo volume da aclamada série Academia de Etiqueta.

As Pedras Élficas de Shannara, de Terry Brooks

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Uma das sagas de fantasia mais populares de sempre, agora uma série épica no canal de televisão MOV. Milhares de anos depois da destruição do mundo tal como o conhecemos, uma nova lei impera sobre o mundo: a da magia. No entanto, avizinha-se uma ameaça terrível: uma horda de demónios impiedosos começa a trazer a morte e a destruição sobre todos os povos. Apenas Wil Ohmsford, último herdeiro da linhagem de Shannara, detém o poder para proteger a princesa Amberle numa demanda impossível para salvar o mundo. Mas quando o próprio Ceifador lidera as hostes negras para os capturar, será Wil capaz de controlar a magia das misteriosas Pedras Élficas de Shannara?

A Corporação Invisível, de Hugo V. Costa e Luís Sítima

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Uma conspiração de contornos bíblicos. A demanda da verdadeira essência do poder. Um thriller empolgante sobre a misteriosa Revelação 33.

Um MISTÉRIO. Uma MENSAGEM. Uma REVELAÇÃO. Carlos Anderson dos Santos, mais conhecido por Charlie, é o líder de uma das maiores farmacêuticas do mundo e uma das «personalidades da década» segundo a revista Forbes. Mas o nome do milionário é também o mais recente numa lista de inexplicáveis desaparecimentos de gestores na City de Londres. Para evitar o pânico nos mercados e o colapso do império que Charlie fundou, os seus pares decidem abafar a notícia a todo o custo e contratam um detective privado, que se infiltra na empresa com a clara missão de vigiar os movimentos dos principais suspeitos - os membros, ávidos de poder, do Conselho de Administração. Até que, inesperadamente, uma estranha mensagem leva o investigador a embarcar numa viagem repleta de mistérios e segredos de tempos imemoriais. Poderá um escrito com raízes no antigo Egipto ser a chave do paradeiro de Charlie? Londres, a capital do dinheiro e da finança, é o palco desta trama imparável, que nos revela uma conspiração global e uma sociedade secreta inspirada num código de conduta milenar. Construído a quatro mãos e com rara mestria, A Corporação Invisível é um thriller viciante sobre a natureza do comportamento humano e a verdadeira essência do poder.

História da China, de Stephen G. Haw

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Stephen G. Haw conseguiu a proeza de resumir uma história com dois mil anos em menos de 400 páginas, sem cair em erros nem deturpações. Um guia inestimável para quem quer conhecer a China. -«Guardian»

Viagem a Itália 1786 - 1788, de Johann Wolfgang Goethe

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Obra escrita a partir dos diários de Goethe, Viagem a Itália é, como o próprio nome indica, uma descrição da viagem que o autor empreendeu a Itália, entre 1786 e 1788, e que constituiu uma peça marcante no seu percurso estético e filosófico. "Quando, em 3 de Setembro de 1786, Goethe não regressa das termas de Karlsbad a Weimar, mas, em vez disso, parte em segredo e incógnito para Itália, está apenas a levar à prática uma decisão pessoal adiada e um imperativo cultural de que nenhum homem de letras, intelectual ou artista pode prescindir a partir de meados do século XVIII. A Itália tornara-se, para a aristocracia já desde o século XVIII, e para a burguesia culta no seguinte, no objectivo último e incontornável do grand tour europeu". A Itália, para Goethe, simbolizava o sul quente e apaixonado, por oposição a um norte frio e cauteloso, um lugar onde o passado clássico, embora devastado, se mantinha vivo numa sequência de espaços e num inventário de símbolos e de hábitos para os quais procurou significado, redescobrindo-se nas interpretações que foi criando no seu percurso.

Caminho de Sangue - A luta contra o projecto da Al-Qaeda, de Thomas Small e Jonathan Hacker

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Caminho de Sangue revela-nos a história emocionante e terrível do exército subterrâneo que Osama bin Laden criou para atacar o seu alvo número um: o seu país natal, a Arábia Saudita. O seu objectivo era conquistar a terra das Duas Mesquitas Sagradas, a terra onde o islamismo foi criado, e, a partir daí, estabelecer um império islâmico com força suficiente para conquistar o Ocidente. Thomas Small e Jonathan Hacker usam novas provas recolhidas no interior da Al Qaeda para analisarem a verdadeira história desta organização terrorista que não é apresentada enquanto conjunto de obstinadas individualidades guerreiras mas antes como grupo dilacerado por lutas internas e pela indisciplina. Partindo do acesso a arquivos até hoje classificados do governo da Arábia Saudita, de entrevistas a funcionários superiores dos serviços secretos do Médio Oriente e Ocidente, bem como a militantes da Al-Qaeda capturados, e com acesso a vídeos exclusivos captados a partir de células da Al Qaeda, Caminho de Sangue narra a história completa da campanha terrorista e da tentativa desesperada e determinada dos serviços de segurança internos da Arábia Saudita para lhe pôr um fim.

«Com um acesso extenso e sem precedentes de registos dos Ministro do Interior Saudita, fotografias e documentos apreendidos à Al Qaeda e entrevistas com os líderes das forças de segurança interna sauditas, os autores descrevem com grande pormenor os três anos, de 2002 a 2005, de luta do Ministério do Interior saudita para destruir a presença da Al Qaeda no país. É um olhar sólido sobre operações militares que poucas pessoas conhecem.» - Publisher’s Weekly

Augusto - De revolucionário a Imperador de Roma, de Adrian Goldsworthy

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Embora seja bastante menos conhecido do que Júlio César, seu tio-avô, César Augusto foi inegavelmente mais importante. Logo na adolescência, mergulhou no mundo violento da política de Roma, planeando tornar-se o seu primeiro imperador. Lutou por isso, foi excepcionalmente bem-sucedido e governou durante 44 anos, criando um sistema que se manteve ao longo de séculos e que influenciou profundamente a História do Mundo Ocidental. No entanto, o percurso de Augusto nem sempre é edificante. Para atingir os seus objectivos, matou e ordenou o massacre dos seus opositores, enquanto ia livremente celebrando e quebrando alianças conforme lhe convinha. Alcançada a vitória, reinventou-se como o "pai do seu país", mas apesar desta designação empolada, a paz e a estabilidade por ele promovidas eram reais, e o império prosperou sob a sua governação. Manipulador nato, propagandista e sempre muito dramático, Augusto sabia ser impulsivo e emotivo, implacável e generoso. Da família e dos amigos, esperava que desempenhassem os papéis que lhes atribuía, e exilou a filha, o neto e a neta, por não os terem cumprido. A sua vida foi plena de contradições e morreu tranquilamente na sua cama, em 14 d. C. Esta biografia é a primeira, em muitos anos, que descreve ao pormenor a existência deste homem difícil de definir, e Adrian Goldsworthy recorre exclusivamente a fontes antigas para compreender a pessoa e a sua época.

A Tomada de Madrid, de Mário Silva Carvalho

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Um romance épico que nos conta como o exército português conseguiu um dos maiores feitos da sua história: humilhar Espanha.

A Tomada de Madrid é um romance épico que nos conta como, em junho de 1706, o exército português conseguiu um dos maiores feitos da sua história: humilhar Espanha. Lavavam-se assim com sangue e glória os vexames sofridos um século atrás, quando Filipe de Espanha se proclamara rei de Portugal. É Francisco de Brites, oficial português, quem nos relata esses dias feitos de golpes de espada, pólvora e morte. Mas antes de entrar em Madrid com um exército de vinte mil homens, Francisco ocupara Salamanca. E foi nessa cidade que o militar - que sofreu várias mutilações nos campos de batalha - entregou a parte mais importante de si: o seu coração. Ficou com uma morena de olhos verdes que o seduziu de uma janela. Uma vitória improvável em batalha, um amor impossível no coração, cicatrizes em todo o corpo, as agruras do cárcere e da ingratidão… mais do que a história de um veterano português, este é o relato apaixonante de um período fundamental da História de Portugal que ficou soterrado nas memórias curtas das nossas gentes.

Sonho de Cetim, de Loretta Chase

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Todas as palavras, todas as frases da prosa de Chase cintilam de malícia e charme. - RT BOOK REVIEWS

Uma inocente de olhos azuis por fora, mas um feroz tubarão por dentro, a modista Sophia Noirot até conseguiria vender areia a beduínos. Vender os deslumbrantes vestidos da Maison Noirot a damas nobres é um pouco mais complicado, especialmente porque um recente escândalo de família criou um inimigo que, por acaso, é um dos líderes da sociedade da moda. Transformar o escândalo numa lucrativa vantagem para a boutique requer todo o talento de Sophia, deixando-a com pouca paciência para o devasso Earl de Longmore. Este idiota desajeitado não consegue ter mais do que uma ideia na cabeça, e ultimamente tem estado apenas loucamente fixado em despir Sophia! No entanto, quando a irmã de Longmore, a cliente mais rica e mais adorada da boutique, foge da cidade, Sophia não pode deixar Earl procurá-la sem ajuda. Numa demanda escaldante com o único homem ao qual não resiste, Sophia deixa-se levar pela tentação do desejo...

De Olhos Fixos no Sol - Ultrapassar o Terror da Morte, de Irvin D. Yalom

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Depois de nos maravilhar com Quando Nietzsche Chorou e A Cura de Schopenhauer, Yalom regressa com um livro inspirador que nos confronta com o maior de todos os desafios: vencer o medo da morte. De Olhos Fixos no Sol não é um livro comum. No seu estilo único, Yalom faz uma abordagem fascinante e encorajadora ao tema da morte. Dando início a uma viagem através dos tempos, recolhe reflexões de grandes pensadores: Séneca, Epicuro ou Nietzsche, e cruza-as com as de psiquiatras e psicólogos incontornáveis: Freud, Jung e Pavlov. Identificando o medo da morte como a origem de muitas das ansiedades da nossa sociedade, a visão de Yalom é de confronto e reorganização de prioridades, para melhor comunicarmos com os que amamos, atingirmos a realização pessoal e aproveitarmos as coisas belas da vida. Preenchido com casos reais e comoventes - incluindo o do próprio autor - De Olhos Fixos no Sol ajuda-nos a vencer o maior dos medos e a atingir uma vida mais feliz e plena.

O Último Segredo do Templo, de Paul Sussman

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Um mistério com dois mil anos. Um segredo que tem de ser protegido com a própria vida.

Ao investigar o assassínio do holandês Piet Jansen, Yusuf Khalifa, protagonista de O Exército Perdido e O Labirinto de Osíris, constata uma série de coincidências com o primeiro caso de que se ocupara há treze anos, quando uma israelita de nome Hannah Schlegel fora encontrada morta em Karnak. Contra a opinião dos seus superiores hierárquicos, o inspector Yusuf decide reabrir esse primeiro caso, mas para o fazer é obrigado a colaborar com um antipático detective israelita, Arieh Ben-Roi, o qual, por sua vez, depende das informações que lhe são fornecidas por uma jornalista palestiniana de Jerusalém. Esta receberá uma carta anónima, cujo autor afirma estar na posse de dados susceptíveis de alterar a balança de poder no Médio Oriente, e se propõe oferecer-lhe o maior furo jornalístico da sua carreira, relacionado com um estranho manuscrito medieval. Compreende-se assim, aos poucos, que a identidade do assassino de Hannah Schlegel está ligada a um mistério que envolve um antigo tesouro religioso roubado de Castelombres, em França, e ao destino de alguns velhos simpatizantes do nazismo.

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário! :)

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com